Carreira

Como a rejeição pode se tornar um incentivo em sua carreira

O primeiro ponto na descrição de um funcionário deveria ser “consigo lidar muito bem com rejeição”. Existem muitas pessoas que acham que não são levadas a sério. E sem dúvidas a maioria de nós já achou isso também.

 

Não pense que os investidores não são inteligentes o suficiente para ver o valor do seu negócio, ou que pessoas com MBAs não são importantes, ou que eles simplesmente não gostam de você. É muito fácil culpar os outros, então, se você quer ser bem sucedido e aprender com seus erros, a chave é a introspecção. Veja alguns pontos importantes e de incentivo:

 

1- Se prepare para a rejeição: entenda que ganhar dinheiro é uma experiência miserável. Quase todas as reuniões serão uma espécie de rejeição e isso não acontece por nenhuma razão externa, mas sim pelo simples fato de os investidores terem dinheiro e você precisar de dinheiro.

 

2- Lembre-se que ninguém te deve tempo ou dinheiro: descubra maneira de ajudar e impressionar as pessoas e então peça pelo tempo delas. Se alguém não quiser te ajudar, você não os chama de idiota, mas sim tenta descobrir como chamar a atenção.

 

3- Se acostume com a rejeição: Aprenda a passar por isso sem nenhum trauma. Quando você for rejeitado tente descobrir uma maneira de ser aceito da próxima vez. Veja como ser mais convincente e esperto.

 

4- Leve a rejeição com classe: seja humilde o suficiente para reconhecer que sempre há o que aprender com a rejeição. Acredite ou não, todos esses “não” vão te ajudar a alcançar o sucesso um dia.

 

Quase ninguém obtém sucesso sem passar por inúmeros casos de desespero e muito menos sem se sentir sozinho. Mas essa é a natureza do jogo. Os empresários bem sucedidos sabem usar a rejeição como combustível. Aquelas pessoas que sempre colocam a culpa em outros ao invés deles mesmos, perdem lições valiosas que vêm junto com os nossos erros.

Topo