Carreira

Estabilidade é a principal preocupação das pessoas no trabalho, indicam estudos

Dois estudos divulgados pela consultoria Towers Watson afirmaram que empregadores não estão informados sobre a grande prioridade para funcionários: estabilidade no trabalho.

Após avaliar 32.000 funcionários ao redor do mundo e 1.637 executivos, a Towers Watson percebeu que os empregados que estão decidindo se aceitam ou não uma oferta de trabalho colocam a segurança no trabalho como número 2 em sua lista de prioridades e como número 1 o salário. Eles se preocupam mais em saber se terão o emprego por longo tempo do que com melhorias na carreira e desafios.

Mas quando a Towers Watson perguntou aos empregadores o que eles achavam que os funcionários mais valorizavam, eles mal citaram segurança no trabalho como um ponto importante. Sobre outros assuntos como salário, funcionários e empregadores ficaram em sincronia.

A diretora da T.W, Laura Sejen contou ao Wall Street Journal que a maioria dos empregadores não podem ou não oferecem mais garantia de emprego em longo prazo. Claro que existem exceções como a Com Edison que oferece uma ótima garantia de emprego. Mas em muitas companhias, os chefes querem ver o que você pode oferecer antes de se comprometerem a mantê-lo na folha de pagamento.

Sejen contou que a segurança empresarial pode ser muito abstrata para os empregadores se comparada a salário e relação entre funcionários. Segundo a diretora, é importante que as companhias se abram para os empregados sobre a saúde financeira do local onde trabalham e comunique seus planos estratégicos. A comunicação ajuda os funcionários a se sentirem seguros ao saber o que está acontecendo e certo senso sobre a permanência na empresa.

Topo