Carreira

Networking pode ser tão danoso quanto eficiente em algumas empresas

Quando Maryam Kouchaki, professora da Kellogg School of Management, se mudou do Irã para os EUA para estudar para seu doutorado na Universidade de Utah, ela se sentiu extremamente desconfortável quando tentou fazer contatos com outros acadêmicos. “A distância entre as culturas é muito difícil”, conta. Mesmo quando quis dizer a alguém que ela admirava seu trabalho, não conseguiu. “Queria ir para o meu quarto de hotel e dizia para mim mesma: ‘o que estou fazendo aqui?’”

Depois de discutir isso com dois colegas, Francesca Gino da Harvard Business School e Tiziana Casciaro na Universidade da Rotman School of Management de Toronto, as três decidiram realizar um estudo conjunto que testou a forma como as pessoas se sentiam quando faziam o que os professores chamavam de “networking instrumental”, onde você tenta fazer conexões com o objetivo de avançar a sua carreira.

O que eles descobriram: o networking instrumental  faz as pessoas se sentirem sujas, literalmente. Elas pensam em tomar um banho ou escovar os dentes, a mesma forma como Kouchaki costumava se sentir. Eles descobriram outra coisa interessante sobre redes instrumental após a execução de uma pesquisa com advogados em um grande escritório de advocacia americano: as pessoas com maior poder, neste caso, os advogados seniores, sentiam-se menos sujo sobre networking profissional do que seus colegas mais jovens. “Houve uma enorme diferença entre as pessoas de diferentes idades”, disse Kouchaki.

O networking é uma maneira eficiente de avançar numa carreira, independente se é para ficar à frente no trabalho ou encontrar um novo emprego. Então o que devemos fazer? A dica mais importante é a abordagem como uma oportunidade para compartilhar algo de si mesmo com a pessoa que se aproxima. Kouchaki não precisava ter se sentido estranha nos encontros acadêmicos, porque seu principal objetivo era dar um elogio de um colega. Ela também poderia ter se oferecido para ajudar com algumas informações sobre pesquisas relacionadas, por exemplo.

Confiança ajuda. Essa é uma razão, para que esses advogados seniores não se sintam sujos quando o fazem networking profissional. Eles têm certeza de que podem oferecer serviços jurídicos de alto nível e que eles estão fazendo um favor para seu potencial cliente. Se você pode convencer-se de que tem algo de positivo para compartilhar, você não vai sentir que precisa para tomar uma ducha após um evento de networking.

Topo