Carreira

Cidades litorâneas lideram ranking das mais felizes para trabalhar nos EUA

Reza a lenda por aqui que cidades litorâneas, como o Rio de Janeiro, são mais divertidas para trabalhar do que metrópoles com aspecto mais urbano, como São Paulo. A máxima também é verdadeira nos Estados Unidos.

RANKING: AS 10 cidades mais felizes e as 10 mais tristes para trabalhar nos EUA

O site de carreira CareerBliss realizou uma pesquisa para determinar quais são os melhores lugares dos EUA para trabalhar. Para isso, analisaram fatores que podem influenciar na felicidade dos funcionários como equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, o relacionamento de um empregado com o seu chefe e colegas de trabalho, ambiente de trabalho, remuneração, oportunidades para crescimento, a cultura da empresa e os recursos oferecidos.

Miami, na Flórida, lidera uma lista cheia de cidades ensolaradas. Enquanto continua a ser um ponto turístico importante, também é um grande produtor têxtil, de produtos farmacêuticos, agrícolas e equipamentos médicos. A cidade também vê um número crescente de novos empreendimentos optarem por se estabelecer na cidade. Mais startups se aventuram fora do Vale do Silício e trazem novas oportunidades para todo o país.

Em seguida, na lista, está Sacramento, na Califórnia, acompanhada de Las Vegas, Nevada e Orlando, na Flórida. Washington DC completa o top cinco.

“O local onde você mora pode definitivamente ter impacto na sua felicidade e até mesmo na felicidade da sua vida profissional”, afirma Heidi Golledge, CEO e cofundador da CareerBliss. “Se a maioria das empresas em uma cidade promove um ambiente de trabalho que estimule o crescimento na carreira e fornece tempo para desfrutar de uma vida fora do trabalho, há uma chance muito alta de que os trabalhadores sejam mais felizes com seus empregos.”

Na outra extremidade do ranking está Cleveland, Ohio, classificado como o lugar mais infeliz para se trabalhar no país. Pode ser uma simples coincidência, mas um grande número de cidades com clima frio é visto como lugares infelizes para o trabalho. Indianapolis, em Indiana, ocupa a segunda posição, seguida de Kansas, Missouri, e Salt Lake City, Utah. Austin, no Texas, completa o top cinco dos lugares mais tristes para se trabalhar.

 

Topo