Carreira

Trabalhar duro é muito mais importante do que investir em uma marca pessoal

Criar sua própria marca é algo muito comentado nos últimos anos. Especialmente para as pessoas que entram no mundo das mídias sociais, há uma grande pressão para criar uma marca com um diferencial. Para aqueles que já estão estabelecidos, a pressão é para incorporar o mundo digital e aproveitar todas as novas oportunidades de networking.

Apesar disso, só criar uma marca não é suficiente. É preciso aliar a isso diversas tarefas simples que o ajudarão a melhorar o seu desempenho.

Se você está em uma fase inicial de sua carreira ou procura por promoção ou um novo cargo, o mais importante é trabalhar duro. Entenda que reconhecimento e confiança demoram a aparecer e pode ser difícil, mas siga nesse caminho.

Outro ponto crucial é saber trabalhar com pessoas egoístas. Na maioria das vezes, é difícil lidar com pessoas assim, mas seja generoso e tenha uma mente aberta. O ser humano é uma espécie competitiva, mas a generosidade vai lhe recompensar.

No campo da marca pessoal, há excelentes ferramentas para aprimorá-la. Você deve conhecer seus pontos fortes e enfrentar seus pontos fracos. A marca que Oprah Winfrey construiu, por exemplo, transformou-se em um império, por um bom motivo: ela sabe como se proteger e se preservar e, por extensão, qualquer projeto ou trabalho em que esteja envolvida.

Uma marca pessoal engloba tudo: suas habilidades, seu comportamento, seu coração, sua atitude, sua inteligência, suas realizações, mas, acima de tudo, o seu trabalho. Por isso, antes de tudo, você deve focar em desempenhar muito bem suas funções profissionais.

Topo