Carreira

Como Michael Jordan ganha US$ 100 mi por ano

Michael Jordan, ícone do basquete mundial, entrou pela primeira vez para a lista dos bilionários FORBES de 2015, com uma fortuna avaliada em US2$ 1 bilhão, graças ao crescente valor de suas franquias da NBA.

É no time da Carolina do Norte, Charlotte Hornets, que Jordan possui a maior participação, com US$ 500 milhões em ações. Apesar disso, o time vem perdendo dinheiro ao longo dos anos, mas a estrela do esporte pode segurar.

Jordan faturou US$ 100 milhões da Nike e outros parceiros, mais do que qualquer esportista aposentado ou ativo. Em 2014, ele teve uma média de US$ 94 milhões entrando em sua conta, isso é mais do que ele acumulou durante os 15 anos jogando para o Chicago Bulls e Washington Wizards.

As vendas da sua linha de tênis para a Nike cresceram cerca de 17% no ano passado, para US$ 2,6 bilhões. Isso significa 10 vezes mais em relação as vendas da linha de LeBron James. A influência de Jordan e seus negócios internacionais renderam mais de US$ 1 bilhão. A marca própria, Jordan Brand, possui 58% do market share do mercado de basquete com US$ 4,2 bilhões.

As vendas do tênis Air Jordan Legend Blue em dezembro é um ótimo exemplo da influência do jogador. Os produtos se esgotaram em menos de três horas. A nike vendeu mais de US$ 80 milhões em peças, a US$ 180 cada um. O astro já se aposentou há alguns anos, mas ainda é reconhecido mundialmente. Ele é o mais comentado e mais lembrado, passando na frente de grandes nomes que ainda jogam.

Topo