Carreira

Como fazer seu negócio sobreviver ao primeiro ano

iStock

iStock

Quem está abrindo uma empresa provavelmente já ouviu histórias horríveis sobre novos negócios falindo. Se você acreditar em todas essas historias, achará que 90% dos empreendimentos estão fadados a não darem certo. Porém, de acordo com o U.S. Bureau of Labor, 75% dos novos negócios sobreviveram ao primeiro ano, 69% ao segundo e 50% chegaram aos cinco anos.

Assim, as chances de seu novo empreendimento dar certo nos primeiros cinco anos são de 50%, mas você não deve deixar o destino te dizer o que acontecerá com o seu negócio. Há algumas ações que você pode ter para fazer com que ele dure:

Crie um plano de negócios

Parece tentador não fazê-lo quando não está procurando um investidor ou empréstimo, porém, escrever seus planos ajuda a aprimorar seus planos. É bom pensar em quais problemas você está tentando resolver, quem é seu público alvo. Não é necessário escrever uma dissertação, mas seu plano tem que ser detalhado o suficiente para que você saiba se seu projeto está bom.

Mantenha suas expectativas baixas

É comum que novos negócios não deem certo por falta de dinheiro, então, é melhor manter seus custos o mais baixo possível até que o resultado das vendas comece a entrar.  Contrate apenas pessoas que você realmente precisa, no primeiro momento é bom usar freelancers para trabalhos esporádicos. Gaste dinheiro só com o que for muito necessário. Por exemplo, se você não precisar muito de um espaço físico, abra mão do escritório.

Reinvista na companhia

Ao sair de um trabalho assalariado para ser empreendedor, é difícil não ter um salário fixo e estável. Mas é importante que, no começo, o dinheiro que você dizer, seja reinvestido no seu negócio, seja no produto ou na divulgação. Muitas vezes os donos são os últimos a receberem durante o primeiro ano da empresa.

Não confunda hiperatividade com produtividade

Hoje em dia estamos sempre ocupados, mas quanto desse tempo que dedicamos à companhia está fazendo com que ela avance? Durante o primeiro ano você deve ser pensar bem em como dedicará seu tempo e recursos.

Não aceite todo pedido que te fizerem. Ao considerar pedidos, eventos ou oportunidades de parceria, pense em como eles se encaixariam nos seus planos e na sua lista de prioridades.

Foque no cliente

Seu objetivo não é criar um negócio ou um produto incrível, mas ajudar o cliente. Esteja sempre atento às necessidades deles e, ao receber o feedback deles, tente se adaptar e melhorar. Quando você produz algo que os clientes precisam e gostam, as vendas irão melhorar.

Construa uma rede de contatos

Quanto mais pessoas você conhecer, melhor será. Qualquer um pode ser um parceiro potencial, cliente, fonte de inspiração ou ideias. Vá atrás de pessoas que abriram seus próprios negócios em uma área parecida com a sua. Quanto mais pessoas você for atrás, mais oportunidades surgirão e mais apoio você terá quando precisar.

Respeite o tempo das pessoas, mas não tenha medo de marcar reuniões e encontros. Quando eles acontecerem, pergunte, dê oportunidade as pessoas falarem sobre elas e lembre-se de agradecer depois. E não se esqueça da regra mais importante criar contatos: quanto mais você der, mais as pessoas te darão em troca.

Meça e adapte

Com poucos recursos, é essencial saber que seu dinheiro e tempo estão sendo investidos da maneira certa. Nunca assuma o que está acontecendo no seu negócio, verifique os números. Você deve saber qual a porcentagem de lucro sobre um produto ou projeto ou de onde vem os clicks no seu site para poder sempre melhorar ou consertar as falhas.

Vá pelo caminho mais longo

É comum que empreendedores se deem o prazo de um ano para ver o que acontece. Então, se a companhia não deu lucro no primeiro ano, eles decidem fecha-la. O problema é que a maioria dos negócios precisam de mais tempo para tornarem-se rentáveis. Normalmente, um novo empreendimento demora de 18 a 24 meses para dar lucro e começar a dar certo.

Comentários
Topo