Carreira

Como saber se seu chefe não está interessado no autodesenvolvimento

iStock

iStock

Muitos líderes tendem a não querer melhorar ou pelo menos não colocam isso como uma prioridade em suas vidas. Porém, desenvolver-se é uma maneira de aperfeiçoar todas diversas competências e deveria ser algo muito importante.

Por mais que haja milhares de e-mails para responder, problemas para resolver no dia a dia, metas que os chefes passam, mas se líderes dedicarem um pouco de sem tempo e energia para melhorarem, todos sairão ganhando.

Existem cinco motivos principais pelos quais as pessoas falham no processo de autodesenvolvimento. Vejam quais são a seguir:

Não sabem escutar

Pessoas que querem melhorar precisam desenvolver a capacidade de ser bons ouvintes. Quem não consegue ouvir acabam trabalhando em cima de problemas que não são os mais importantes. Essa habilidade envolve escutar tanto novos conteúdos quanto sentimentos de outras pessoas

Não estão abertos a ideias dos outros

A primeira resposta de algumas pessoas a sugestões é sempre negativa. Elas podem achar que suas próprias ideias são melhores ou podem ficar ofendidas que alguém as ofereça um feedback. Reagir mal a opiniões desmotiva outras pessoas a darem sugestões, o que é muito ruim para o processo de desenvolvimento.

Não são honestos eles mesmos

Pessoas que são sinceras têm maior tendência a aceitarem fatos sobre elas. Quando pessoas não são honestas com outros, dificilmente serão com elas mesmas. É comum que algumas pessoas não aceitem características delas, porém, isso é prejudicial ao processo de melhora, porque só quando se consegue identificar o erro é possível se desenvolver.

Não dedicam tempo para desenvolver quem está ao seu redor

Desenvolvimento é contagiante. Quando líderes ajudam outros a melhorar, isso se espalha. Se engajar em processos de autodesenvolvimento mostra que você acredita nisso e incentivará outros a fazerem o mesmo.

Não têm iniciativa

Adquirir conhecimento, aprender novas habilidades ou mudar práticas antigas exige iniciativa. Isso significa fazer mais do que o seu papel exige que você faça, ou seja, estar um passo à frente antes que algo dê errado. É normal achar que talento é sorte, porém é uma questão de prática e de procurar oportunidades.

Comentários
Topo