Carreira

Substituir os talentos da empresa pode sair mais caro do que se imagina

iStock

iStoc

“Erin X.”, 42 anos, salário anual de US$ 340 mil como diretora da divisão de gestão de investimentos do escritório do Big Boffo Bank em Manhattan, resolve ir embora. (Da próxima vez, use a análise preditiva!)

A empresa de recursos humanos Visier calcula que o Big Boffo gastará no mínimo três meses e uma vez e meia o salário de Erin — mais de meio milhão de dólares — para substituí-la. Para onde vai esse dinheiro? Além dos gastos de RH e do custoso desvio de atenção da administração, há o tempo de férias não utilizado e os honorários de head hunters.

Além disso, talvez a substituta de Erin exija um salário maior, e o Big Boffo pode esperar seis meses de produtividade mais baixa, até a nova contratada entrar no ritmo.

Comentários
Topo