Carreira

Por que ter atitude é mais importante que QI nas empresas

Quando se trata de sucesso, é inevitável pensarmos que os gênios tem mais facilidade para alcançá-lo. Mas uma nova pesquisa da Universidade de Stanford vai mudar a sua mente e suas atitudes. A psicóloga Carol Dweck, que passou sua carreira estudando sobre atitude e desempenho, mostrou, em seu mais recente estudo, que atitude pode importar mais para quem almeja o sucesso que QI.

VEJA TAMBÉM:Como a insegurança pode acabar com a carreira de um empresário

Dweck descobriu que as atitudes fundamentais das pessoas se encaixam em duas categorias: uma mentalidade fixa ou uma mentalidade de crescimento. Com a primeira, a pessoa acredita que é quem é e não tem como mudar. Isso pode gerar problemas quando ela é desafiada a fazer algo que parece ser mais difícil do que a pessoa é capaz.

Já pessoas com mentalidade de crescimento acreditam que podem melhorar com o esforço. Elas superam aquelas que tem mentalidade fixa, mesmo quando elas têm um QI mais baixo, porque abraçam os desafios, e os veem como oportunidades para aprender algo novo.

SAIBA MAIS: Por que uma criança que trata bem os pais tem mais chances de sucesso

Ainda segundo a psicóloga, o sucesso na vida depende de como você lida com o fracasso. Para ela, pessoas com a mentalidade de crescimento pensam no fracasso desta forma: “Isso não funcionou, mas eu posso tentar outra coisa”.

A notícia boa é que com algumas mudanças é possível desenvolver uma mentalidade de crescimento. Veja na galeria de fotos algumas estratégias que irão ajudar a orientar a sua mentalidade:

  • Saiba dar a volta por cima

    Todos nós temos momentos em que nos sentimos impotentes. O teste é como reagimos a esse sentimento. Podemos aprender com ele e seguir em frente ou deixá-lo nos arrastar para baixo. Existem inúmeras pessoas bem sucedidas que nunca teriam feito sucesso se tivessem sucumbido a sentimentos de desamparo: Walt Disney foi demitido do Kansas City Star, porque “faltava imaginação e não tinha boas ideias”, Oprah Winfrey foi demitida de seu emprego como âncora de TV em Baltimore por ser “por envolver demasiadamente suas emoções em suas histórias”, Henry Ford falhou em duas companhias de carro antes de ter sucesso com a Ford, e Steven Spielberg foi rejeitado pela Escola de artes Cinematic da Universidade do Sul da Califórnia várias vezes. Imagine o que teria acontecido se qualquer uma dessas pessoas tivesse uma mentalidade fixa. Eles teriam sucumbido à rejeição e perdido a esperança. Pessoas com uma mentalidade de crescimento se sentem impotente, mas dão a volta por cima, porque eles sabem que, para ser bem sucedido, você precisa estar disposto a falhar.

  • Seja apaixonado

    Sempre terá alguém que é naturalmente mais talentoso do que você é, mas o que lhe falta em talento, você pode compensar em paixão. Warren Buffet, filantropo norte-americano, recomenda encontrar as suas paixões usando, o que ele chama, de técnica 5/25: Anote as 25 coisas com as quais você mais se preocupa. Em seguida, risque da lista 20 coisas. As 5 restantes são as suas verdadeiras paixões. Todo resto é apenas uma distração.

  • Tome atitudes

    Não é que as pessoas com uma mentalidade de crescimento são capazes de superar seus medos porque elas são mais corajosas do que os outros, é só que elas sabem que o medo e a ansiedade paralisam as emoções e que a melhor maneira de superar essa paralisia é agir. Transforme toda tensão em energia positiva para tomar atitudes.

  • Não imponha limites

    Dê tudo de si, até mesmo nos seus piores dias. O objetivo é sempre superar seus limites e não respeitá-los seja fisicamente ou mentalmente, em todos os aspectos da sua vida. Não se sinta satisfeito, corra sempre atrás de mais.

  • Espere por resultados

    Pessoas com uma mentalidade de crescimento sabem que vão falhar de vez em quando, mas nem por isso deixam de esperar por seus resultados. Mesmo que eles não sejam bons podem te ensinar algo. Esperar pelos resultados os mantém motivados e alimenta o ciclo de capacitação.

  • Seja flexível

    Mesmo em situações inesperadas seja flexível para obter bons resultados, abrace a diversidade para desempenhos cada vez melhores.

  • strong>Não se queixe quando as coisas não saem do seu jeito

    Queixar-se é um sinal óbvio de uma mentalidade fixa. A mentalidade de crescimento vê uma oportunidade em tudo, por isso não há espaço para reclamações.

Saiba dar a volta por cima

Todos nós temos momentos em que nos sentimos impotentes. O teste é como reagimos a esse sentimento. Podemos aprender com ele e seguir em frente ou deixá-lo nos arrastar para baixo. Existem inúmeras pessoas bem sucedidas que nunca teriam feito sucesso se tivessem sucumbido a sentimentos de desamparo: Walt Disney foi demitido do Kansas City Star, porque “faltava imaginação e não tinha boas ideias”, Oprah Winfrey foi demitida de seu emprego como âncora de TV em Baltimore por ser “por envolver demasiadamente suas emoções em suas histórias”, Henry Ford falhou em duas companhias de carro antes de ter sucesso com a Ford, e Steven Spielberg foi rejeitado pela Escola de artes Cinematic da Universidade do Sul da Califórnia várias vezes. Imagine o que teria acontecido se qualquer uma dessas pessoas tivesse uma mentalidade fixa. Eles teriam sucumbido à rejeição e perdido a esperança. Pessoas com uma mentalidade de crescimento se sentem impotente, mas dão a volta por cima, porque eles sabem que, para ser bem sucedido, você precisa estar disposto a falhar.

Comentários
Topo