Carreira

4 sinais de que seu chefe talvez seja pior do que cigarro

Uma liderança ruim se tornou parte cômica da cultura do mercado de trabalho. Hoje, permeia até mesmo os filmes de Hollywood, mas quando você realmente trabalha para um chefe não tão capacitado a liderança assim, não há nada de engraçado nisso.

Pesquisadores da Harvard Business School e da Universidade de Stanford analisaram os resultados de mais de 200 estudos que tentavam entender o verdadeiro motivo do estresse no ambiente profissional. Descobriram que se preocupar em perder a sua vaga faz você 50% mais propenso a ter problemas de saúde e que, ter um trabalho demasiadamente exigente faz você ser 35% mais propenso a mesma consequência.

VEJA TAMBÉM: 7 erros de liderança que influenciam seus funcionários

A insegurança e as implacáveis exigências são, portanto, características criadas e cultivadas por chefes que não sabem muito bem as consequências de seus feitos. As pesquisas de Harvard e Stanford revelam que eles podem fazer tão mal como alguém que se expõe a quantidades significativas de fumaça, por exemplo.

Maus chefes são mais comuns do que você pode imaginar. Uma outra pesquisa feita pela Associação Americana de Psicologia relatou que 75% dos trabalhadores norte-americanos identificam seu chefe como a grande causa do estresse diário. Cerca de 60% da população, por exemplo, preferia a troca de seu superior, a um aumento de salário.

E MAIS: 5 sinais evidentes de que você é inteligente demais para o seu trabalho

É claro que líderes ruins têm impacto desastroso sobre a saúde e a produtividade de seus funcionários. Mas quais as atitudes que os funcionários podem tomar sobre isso? Na verdade, não são muitas opções.

Enquanto 27% das pessoas descontentes com seus empregos saem assim que asseguram um novo lugar e 11% simplesmente saem, impressionantes 59% escolhem permanecer no posto. Este é um número alarmante de pessoas que vivem com o estresse e experimentam efeitos que isso tem sobre sua sanidade e saúde.

E TAMBÉM: Os bilionários por trás das marcas do seu dia a dia

São muitas as teorias que tentam justificar tamanha fidelidade dos funcionários. Variam da “Síndrome de Estocolmo” a lealdade a empresa – ou simplesmente comodismo, já que encontrar um novo emprego requer uma quantidade razoável de esforço.

Mas a questão é: quanto mais você ficar com um chefe abusivo, mais dificuldade você terá para conseguir se convencer a sair. Por isso é importante saber como reconhecer os sinais de um líder não tão bom assim, antes que você aprofunde suas raízes. A FORBES listou alguns deles. Veja na galeria de fotos abaixo:

  • Depreciador

    Às vezes as pessoas têm a necessidade de depreciar os outros – ou o trabalho deles – para que se sintam bem. E o pior: parecem gostar disso.

    É importante que o seu chefe dê um feedback, mas nem sempre você está pronto a ouvi-lo, já que pode não ser dito da melhor maneira possível. Seu superior pode apenas querer colocar você em seu lugar, para ganhar audiência e confetes.

    A conclusão mais simples é que você precisa logo se livrar deste ambiente, antes que sua vida pessoal e saúde comecem a ser afetadas.

  • Birrento

    Assim como todas as pessoas, no mundo, patrões também tem dias ruins. A pressão pode fazer seu chefe perder a paciência, mas isso não deve acontecer com muita regularidade. Se seu chefe parece que vai perder a cabeça a qualquer momento em que algo não acontece exatamente do jeito como ele queria, está na hora de repensar o real motivo de você continuar aí.

    Eles tornam as pessoas mais tímidas e cautelosas do que elas talvez realmente sejam. Fazem com que as manifestações de partilha ou criativas cessem simplesmente por que existe a possibilidade de acontecer um escândalo, caso alguém opine sobre algo. Se você, então, ouvir seu chefe gritando pelo corredor e, ao invés de pensar “o que está acontecendo no mundo” pensar “aqui vamos nós de novo”, seja egoísta por um instante e pense em seguir em frente.

  • Dono de expectativas irracionais

    Alguns chefes veem seus funcionários da mesma forma que crianças enxergam seus professores: sem identidade fora de seu trabalho. Eles não vão se importar com qualquer coisa sobre sua família, hobby ou o que não está envolvido com o trabalho. Estes são os chefes que esperam que você coloque tudo o que você tem no mundo profissional. Então se você sente isso e está cada vez mais decepcionado com o seu chefe, é claro que está em um ambiente nada saudável.

  • Sem qualquer exemplo

    Se tem uma coisa que leva quase todos os funcionários à loucura, é um chefe que não segue seu próprio discurso. É uma das formas mais difíceis de se inspirar e conseguir levar seu trabalho a sério – já que seu chefe não faz jus as expectativas. Então, se o seu chefe age com hipocrisia, é hora de seguir em frente.

Depreciador

Às vezes as pessoas têm a necessidade de depreciar os outros – ou o trabalho deles – para que se sintam bem. E o pior: parecem gostar disso.

É importante que o seu chefe dê um feedback, mas nem sempre você está pronto a ouvi-lo, já que pode não ser dito da melhor maneira possível. Seu superior pode apenas querer colocar você em seu lugar, para ganhar audiência e confetes.

A conclusão mais simples é que você precisa logo se livrar deste ambiente, antes que sua vida pessoal e saúde comecem a ser afetadas.

Comentários
Topo