Carreira

30 dicas infalíveis para ser aceito no MBA

Antes de se candidatar aos cursos de MBA é preciso muito planejamento e autoconhecimento para que tudo dê certo. Sua programação deve começar no mínimo seis meses antes de se inscrever e há muito com o que se preocupar.

– É preciso trabalhar sua introspecção pessoal e profissional;

– Pesquise universidades que se encaixam em seus objetivos profissionais;

– Procure fazer cursos e obter certificados que o façam ser ainda mais valorizado antes do MBA;

– Corra atrás de cartas de recomendações profissionais;

– Seja voluntário em causas sociais;

Esta é, na verdade, uma lista mínima dos fatores em que se deve prestar atenção. É preciso estar e permanecer atento nos desafios em que se envolve e não só no que eles propõem. Assim como diz o filósofo Jim Rohn, “pessoas de sucesso fazem o que as de não sucesso não estão dispostas a fazer. Não deseje que as coisas sejam mais fáceis, deseje que elas sejam melhores”.

Por onde começar, então, FORBES selecionou alguns passos junto a Fortuna Admissions, uma agência especializada em MBA e outras escolhas de negócios. Veja na galeria de fotos abaixo 30 dicas para conseguir uma vaga em um bom MBA:

  • Autoconhecimento e metas pessoais

    “Tenha fé nas suas próprias metas. Os candidatos mais atraentes ao MBA são aqueles fora da caixa. Então não tente se encaixar em padrões”, Judith Silverman Hodara, Wharton

    “Faça boas perguntas – questionar é sempre a melhor forma de obter as respostas mais completas. Escolas de negócios querem saber mais de você do que há em seu currículo. É preciso ter uma noção do que você é capaz: quais são seus pontos fracos e fortes, o que você sabe sobre si mesmo, quais são os seus destaques e falhas, por exemplo”, Caroline Diarte Edwards, INSEAD

    “Invista seu tempo em conhecer e manter contato com pessoas que pareçam interessantes à sua carreira. No momento em que você terminar o seu curso de MBA, terá amizades já bem posicionadas no mercado, por exemplo”, Dina Glasofer, NYU Stern

    “Ao falar sobre suas metas a longo prazo, pense grande! Você com certeza vai inspirar aqueles que estarão o avaliando ao falar de coisas novas, não sobre sua aposentadoria aos 50 anos”, Heidi Hillis, Stanford GSB

  • Escolha seu tema de pesquisa e tenha um alvo

    “Não se contente com o comum – é certo que, quanto mais você se desafiar, mais aperfeiçoará seu alcance. Acredite em si mesmo para que os outros profissionais possam acreditar em você”, Julie Ferguson, Chicago Booth

    “Estude os rankings do MBA. Liste os fatores que mais têm importância para você, converse com professores, ex-alunos e avalie cada uma das universidades”, Dina Glasofer, NYU Stern

    “Não se contente com afirmações gerais da universidade. Identifique suas paixões e as combine com as de suas escolas”, Karen Ponte, London Business School

  • Dominando GMAT

    “Se você está passando por uma fase difícil, não desista. Para ganhar uma batalha é preciso vencer muitas lutas”, Judith Silverman Hodara, Wharton

    “O sucesso é um processo de pequenos esforços diários”, Cassandra Pittman, Columbia Business School

  • Administre sua marca pessoal

    “Pense como um comerciante: defina seus objetivos, projete suas marcas”, Katherine Johnson, Harvard Business School

    “Encontre uma forma de se diferenciar, considere suas influências e visões de mundo”, Bretanha Maschal, Wharton

    “Cada escola busca diversidade. Então pense nas diversas formas de expressar suas diferentes experiências profissionais, pessoais etc.”, Melissa Jones, INSEAD

  • Currículo

    “Seja mais específico: demonstre o seu valor com frases mais objetivas”, Jodi Keating, Wharton

    “Preste atenção na linguagem que será utilizada. Dê enfoque ao básico, dando destaque às competências mais relevantes que a sua profissão e a sua universidade têm ligação”, Nicola Sandford, INSEAD

    “É muito provável que mais alguém no mundo tenha interesses semelhantes aos seus. Então, é preciso chamar atenção e ser extremamente explícito com os seus desejos”, Jodi Keating, Wharton

  • Ensaie

    “Conte uma história que ilustre exatamente o que você é. Proporcione impacto ao leitor”, Heather Cordeiro Friedman, Harvard Business School

    “Em suas apresentações, é preciso ser exatamente aquilo que o seu currículo diz sobre você”, Heidi Hillis, Stanford GSB

    “Não basta ter um modelo de apresentações e copiá-la em todas as escolas. Se em uma não deu certo, é preciso tentar novamente e ir por novos caminhos”, Dina Glasofer, NYU Stern

    “É preciso focar na profundidade e amplitude!”, Nonie Mackie, INSEAD

    “Mostre ter autoconsciência. Fale sobre seus defeitos e qualidades: seja honesto e franco”, Michel Belden, Wharton

  • Extracurriculares

    “Aposte na qualidade, não na quantidade. É importante obter profundidade em assuntos em que você realmente se interessa”, Emma Bond, London Business School

    “É preciso dedicar o seu tempo e energia aos seus propósitos de vida pessoal”, Catherine Tuttle, Duke Fuqua

    “Não subestime a importância de suas relações fora do mercado de trabalho. Muitas pessoas podem o auxiliar a seguir o caminho em função do sucesso”, Melissa Jones, INSEAD

  • Carta de recomendação

    “O trabalho de desenvolvimento de um relacionamento com seus recomendadores é essencial”, Michel Belden, Wharton

    “Não suponha que seus recomendadores saibam o que você anda fazendo da sua carreira. Mantenha contato com detalhes, profundidade, discernimento e generalizações”, Caroline Diarte Edwards, INSEAD

    Entrevista

    “Há um equívoco ao pensar que escolas de MBA estão a procura de candidatos perfeitos, quando, na verdade, elas estão em busca de candidatos que busquem ser bons”, Malvina Miller Complainville, Harvard Business School

    “Prática, prática, prática! É preciso ter grandes exemplos e histórias que o garantam dar a ideia exata do seu potencial aos entrevistadores”, Nicola Sandford, INSEAD

    “Prepare seus principais pontos de venda e histórias antes de chegar no momento da entrevista. Procure não estar nervoso, mas sim entusiasmado e esperançoso”, Malvina Miller Complainville, Harvard Business School

    “É preciso ter foco. Não desista, tenha foco em um novo final”, Brittany Maschal, Wharton

    “Ao abordar as áreas mais desafiadoras de sua profissão, é preciso enfrentá-las”, Nonie Mackie, INSEAD

Autoconhecimento e metas pessoais

“Tenha fé nas suas próprias metas. Os candidatos mais atraentes ao MBA são aqueles fora da caixa. Então não tente se encaixar em padrões”, Judith Silverman Hodara, Wharton

“Faça boas perguntas – questionar é sempre a melhor forma de obter as respostas mais completas. Escolas de negócios querem saber mais de você do que há em seu currículo. É preciso ter uma noção do que você é capaz: quais são seus pontos fracos e fortes, o que você sabe sobre si mesmo, quais são os seus destaques e falhas, por exemplo”, Caroline Diarte Edwards, INSEAD

“Invista seu tempo em conhecer e manter contato com pessoas que pareçam interessantes à sua carreira. No momento em que você terminar o seu curso de MBA, terá amizades já bem posicionadas no mercado, por exemplo”, Dina Glasofer, NYU Stern

“Ao falar sobre suas metas a longo prazo, pense grande! Você com certeza vai inspirar aqueles que estarão o avaliando ao falar de coisas novas, não sobre sua aposentadoria aos 50 anos”, Heidi Hillis, Stanford GSB

Comentários
Topo