Carreira

3 razões para você se candidatar para vagas em que não é 100% qualificado

É muito fácil seguir caminhos errados na busca pela vaga ideal. Na hora de se candidatar, em vez de escolher empregos que adorariam ter, os candidatos escolhem só aqueles para os quais são totalmente qualificados.

Você provavelmente já passou por isso. Sua felicidade em achar uma vaga incrível, com um salário e benefícios ótimos vai embora à medida que você percebe que não tem tantos anos de experiência quanto os seus possíveis empregadores querem ou que o emprego é em uma indústria diferente da sua. Então, você simplesmente ignora essa oportunidade e continua na busca por uma “vaga perfeita”.

LEIA MAIS: Como convencer sua cara-metade a apoiar sua carreira

Pode parecer lógico ir atrás de empregos para os quais você esteja completamente qualificado, mas a verdade é que esse tipo de pensamento é extremamente limitante, pode-se dizer, desnecessário. Você não precisa ser 100% qualificado para ser o melhor candidato à vaga, mas precisa sempre compartilhar seu entusiasmo, sua paixão e habilidades.

Veja na galeria a seguir os motivos pelos quais você talvez não se candidate para as vagas dos seus sonhos:

  • Você teme ser rejeitado

    Quanto mais você quiser um emprego em particular, pior será a rejeição. Então, pode ser que usar a desculpa de “não ser completamente qualificado” para a vaga seja apenas mais uma maneira de se manter na zona de conforto.

    Mas pense nisso: e se, além de desprezar a vaga perfeita, você for rejeitado pelo emprego na zona de conforto? Com certeza, não seria nada bom. Pelo menos, se você for rejeitado pelo trabalho ideal, você pode dizer: “tudo bem! Eu preciso de um pouco mais de experiência. Tento de novo depois.”

  • Você não confia em suas habilidades

    Você assume que existem vários outros candidatos mundo afora que preenchem todos os requisitos da vaga, e então se conforma em não se candidatar.

  • O fator humano

    A maioria das pessoas esquece que os recrutadores que leem os currículos e fazem as entrevistas também são seres humanos. E o que humanos gostam mais do que se conectar com outros humanos capazes, entusiasmados e inteligentes?

    É muito bom que você seja uma pessoa comunicativa e sagaz na hora da entrevista de emprego, pois, além de impressionar seu entrevistador, você compensará as habilidades técnicas que faltam para você.

    Seu otimismo natural e sua dedicação à equipe podem ser mais importantes que o fato de você nunca ter usado um terminado software, por exemplo. Ser uma pessoa que anima qualquer ambiente e se comunica com facilidade pode te tornar um líder muito melhor que uma pessoa que conhece todos os programas e esquemas técnicos da vaga. E sim, compartilhar sua paixão genuína pela missão da empresa vai te fazer um candidato melhor do que quem é muito bom no Excel, por exemplo.

Você teme ser rejeitado

Quanto mais você quiser um emprego em particular, pior será a rejeição. Então, pode ser que usar a desculpa de “não ser completamente qualificado” para a vaga seja apenas mais uma maneira de se manter na zona de conforto.

Mas pense nisso: e se, além de desprezar a vaga perfeita, você for rejeitado pelo emprego na zona de conforto? Com certeza, não seria nada bom. Pelo menos, se você for rejeitado pelo trabalho ideal, você pode dizer: “tudo bem! Eu preciso de um pouco mais de experiência. Tento de novo depois.”

Comentários
Topo