Carreira

Mais de um terço dos millennials possuem empregos secundários, diz pesquisa

Millennials

Muitos dos millennials, conhecidos também como geração Y, têm um emprego complementar para inteirar sua renda (iStock)

Quem disse a geração Y, conhecida também como a geração do milênio, é preguiçosa? De acordo com uma nova pesquisa do CareerBuilder, companhia conhecida por suas listagens online de empregos, enquanto essa geração não está atuando no seu emprego “formal”, eles estão em outros trabalhos secundários, como sendo babás, atendentes de bar ou fazendo design de sites.

No geral, 29% dos trabalhadores possuem um segundo emprego, mas esses números são maiores entre os milênios do que entre pessoas de outras idades. Em torno de 39% dos trabalhadores entre 18 e 24 anos, e 44% dos trabalhadores entre 25 e 34 anos afirmaram que ganham dinheiro extra com outras ocupações. Em comparação, 29% dos trabalhadores entre 35 e 44 anos e 22% dos entre 45 e 52 anos estão deixando de lado outras atuações no mercado, de acordo com a pesquisa do site com 3.200 trabalhadores de período integral no setor privado em todas as indústrias, de todos os setores e tamanhos. 19% dos trabalhadores que têm idade acima dos 55 anos também estão atuando em trabalho secundários.

LEIA MAIS: Por que os jovens estão mudando o mercado de trabalho global

A renda suplementar é realmente importante, e essa prática auxilia muito no aumento dos ganhos. Praticamente um em cada cinco trabalhadores, nos Estados Unidos, recebem mais de US$ 75.000 por ano e 12% deles estão ganhando mais de US$ 100.000 no mesmo período. Entretanto, a maioria desses trabalhadores que atuam em cargos secundários (aproximadamente 68%) estão recebendo menos de US$ 50.000 por ano. Os que trabalhavam com lazer, hospitalidade e varejo eram os que mais tinham um trabalho secundário, enquanto os outros que tinham apenas um trabalho principal atuavam em indústrias de tecnologia, serviços financeiros e fábricas.

Rosemary Haefner, chefe de recursos humanos do escritório da CareerBuilder, afirma que junto com os incentivos financeiros, empregos secundários podem tornar o candidatos mais atrativos para recrutadores. “Se você trouxer mais habilidades e tiver uma perspectiva única sobre como as coisas podem ser feitas, tenha certeza de que você vai se destacar no meio da multidão e será um candidato com grande potencial para ser contratado”, afirma Haefner.

VEJA TAMBÉM: 3 maneiras como os millennials trabalham diferente de seus pais

A pesquisa dos empregos secundários populares incluem avaliador, babá, consultor e escritor freelancer. Entretanto, trabalhos menos usuais como comprador misterioso, aprendiz de tatuador, entre outros, são citados na pesquisa.

Comentários
Topo