Carreira

7 palavras ou expressões que devem ser evitadas para aumentar seu poder e influência

As palavras têm poder. E as que você usa todos os dias podem afetar o contexto do que você está dizendo, mesmo que você não tenha intenção ou não se dê conta. Pessoas poderosas e bem-sucedidas sabem exatamente quais palavras devem ser excluídas do vocabulário para manter o status de influência. Quando se trata de linguagem, menos é mais.

VEJA TAMBEM: 7 dicas para convencer seu chefe a deixar você trabalhar de casa

Veja na galeria de fotos 7 palavras comuns que devem ser evitadas para aumentar seu poder e influência:

  • 1. “Só”
    A palavra “só” diminui o conteúdo do que vem a seguir. É uma palavra de “proteção”, que ameniza o que você quer dizer. Quando você diz: “Só estou lendo alguns e mails” você rebaixa a importância do que você está fazendo. Se você dedica tempo e energia para responder seus e-mails, essa é uma tarefa importante.

  • 2. “Muito”, “Absolutamente” e “Completamente”
    Ao contrário do que muita gente pensa, essas palavras não agregam valor ao substantivo que você quer descrever ou enfatizar. Advérbios supérfluos e adjetivos acrescentam um drama desnecessário. Quando se aprecia o poder das palavras, menos palavras são necessárias para a comunicação. Assim, cada palavra se torna mais poderosa.

  • 4. Meu trabalho ajuda a companhia a gerar muita receita e a economizar muito dinheiro (Foi pra isso mesmo que o seu cargo foi criado).

  • 2. Avaliações anuais de performance. Planejar reuniões é ótimo, mas qual é o propósito de revisar um ano todo de trabalho para apontar erros, ou pior, entregar um “boletim” como uma criança na escola? As avaliações de desempenho são irrelevantes e insultantes. Companhias inteligentes estão abandonando o método.

  • 5. Eu vou me demitir se não conseguir um bom aumento (A menos que um dos cinco bons argumentos citados acima seja parte do seu discurso, é uma estratégia arriscada)

    Você deve estar se perguntando onde entra o argumento de que o seu salário está abaixo da média do mercado. Ele é relevante, mas não necessariamente atraente. Se você sabe que o seu chefe valoriza o seu trabalho e odiaria te perder, então traga dados sobre a margem salarial do mercado e mostre o que poderia ser feito para te satisfazer.

  • 6. A prática de permitir que os gerentes de departamento aprovem ou recusem os pedidos dos integrantes da equipe para promoções ou transferências internas. Esta política é baseada no medo.

  • 7. “Na verdade” e “Obviamente”
    Palavras como essas podem levar as pessoas a te interpretarem mal. Elas sugerem que a outra pessoa não está entendendo a circunstância, e que você está sempre certo. Isso diminui as pessoas, as levam à frustração e pode até sugerir desrespeito. Para aumentar o seu poder, pense sobre as palavras que usa. A linguagem é uma oportunidade de empoderamento.

1. “Só”
A palavra “só” diminui o conteúdo do que vem a seguir. É uma palavra de “proteção”, que ameniza o que você quer dizer. Quando você diz: “Só estou lendo alguns e mails” você rebaixa a importância do que você está fazendo. Se você dedica tempo e energia para responder seus e-mails, essa é uma tarefa importante.

Comentários
Topo