Carreira

5 maneiras de identificar o candidato perfeito para uma vaga

São muitos os passos que devem ser seguidos antes da contratação do candidato ideal. Uma escolha errada pode gerar um alto impacto financeiro para a empresa. Um estudo conduzido pelo Center for American Progress descobriu que o custo de substituir alguém com um salário médio de US$ 30 mil (cerca de R$ 8 mil por mês) é de aproximadamente 16% do salário anual total, ou US$ 4,8 mil (R$ 15 mil). Este prejuízo salta para 20% quando os salários giram entre US$ 30 mil e US$ 50 mil por ano. Para os executivos com salário de três dígitos, o rombo é gigantesco: 213%.

LEIA MAIS: 10 coisas para não dizer na entrevista de emprego

Para ajudar a escolher o candidato certo, listamos 5 pontos que devem ser considerados antes e durante uma entrevista:

  • 1. Garanta que os candidatos ouviram as instruções

    Você pode achar que encontrou o candidato perfeito porque ele têm boa capacidade técnica e potencial para ser um líder. Mas você contratar alguém que pode não estar na direção certa. Uma boa maneira de testar se o candidato é capaz de ouvir as instruções é perguntar questões específicas. Uma sugestão é pedir que o candidato escreva uma carta de interesse (cover letter) com diversos pontos-chaves. Outra é solicitar diversos itens no final da candidatura, como referências e exemplos de artigos – dessa forma, você está testando a compreensão de leitura.

  • 2. Escolha um candidato compatível com a descrição do cargo

    Os recrutadores não querem apenas encontrar o candidato perfeito, mas um que se encaixe com o valor do salário, que possa crescer, aprender rápido e que traga benefícios para sua equipe. O processo de contratação é longo e complexo e, com frequência, os responsáveis pela seleção devem passar por um bom número de pessoas até chegar ao candidato certo. Uma forma de simplificar isso é remover aqueles que não possuem o nível técnico ou a experiência necessária para a vaga.

  • 3. Enxergue além das habilidades técnicas

    Assim que você compilar uma lista pequena de candidatos, é hora de enxergar além do currículo e fazer pesquisas em torno deles. É possível fazer isso por meio das redes sociais, blogs ou portfólios publicados. Com isso, você consegue formar uma imagem e mapear pontos que podem trazer problemas para a empresa. O Linkedin também pode ajudar, pois lá os profissionais costumam deixar relatos mais aprofundados do que realizaram na trajetória profissional.

  • 4. Avalie as perguntas que os candidatos fazem

    Uma das melhores maneiras de testar se um candidato está realmente interessado na vaga é avaliar os tipos de questões que ele faz. Um bom sinal é quando ele pergunta questões específicas das funções do cargo para o qual estão concorrendo. Perguntas de alto nível também mostram se um candidato tem habilidade em ouvir, se fez uma pesquisa prévia sobre a empresa e se julga importante o impacto que pode trazer ao time.

  • 5. Peça sempre referências

    Na maioria das vezes, os recrutadores vão pedir para entrar em contato com pessoas que sirvam como referência. Outras vezes, não. Isso é um erro grave. Mesmo que você acredite que um candidato é perfeito para a vaga, conversar com outras empresas e profissionais que tenham trabalhado com ele é uma maneira de reafirmar uma boa escolha.

1. Garanta que os candidatos ouviram as instruções

Você pode achar que encontrou o candidato perfeito porque ele têm boa capacidade técnica e potencial para ser um líder. Mas você contratar alguém que pode não estar na direção certa. Uma boa maneira de testar se o candidato é capaz de ouvir as instruções é perguntar questões específicas. Uma sugestão é pedir que o candidato escreva uma carta de interesse (cover letter) com diversos pontos-chaves. Outra é solicitar diversos itens no final da candidatura, como referências e exemplos de artigos – dessa forma, você está testando a compreensão de leitura.

Comentários
Topo