Carreira

3 sinais de que você está se tornando um verdadeiro CEO

Existem duas formas de se tornar CEO. A primeira e mais tradicional é se destacar na organização até chegar à maior posição de liderança possível. A segunda maneira – muito mais fácil – é começar o seu próprio negócio e se autonomear CEO.

VEJA TAMBÉM: Dicas de uma CEO para aproveitar os primeiros 45 minutos do seu dia de trabalho

Obviamente, subir os degraus do mundo corporativo leva anos de trabalho duro, assim como apoio e aprovação de pessoas dentro e fora da companhia. É um processo de avaliação como nenhum outro e, frequentemente, as pessoas que ascendem às maiores posições da empresa são capacitadas e experientes. Se autoproclamar CEO do seu próprio empreendimento, por outro lado, é fácil. E foi isso que Chris Myers, cofundador e CEO da BodeTree, especializada na gestão financeira de pequenos negócios, pensou ao fundar sua empresa aos 26 anos.

O empreendedor afirma que seu cartão de visita avisava que ele era o CEO da empresa, mas que, na realidade, ele não possuía as habilidades de um líder. Foram necessários sete anos de trabalho duro e inúmeros erros para apenas começar a merecer o título.

LEIA MAIS: Como fazer seus funcionários pensarem como CEOs

Enquanto ainda tem um longo caminho a percorrer em sua jornada profissional, Myers afirma já ter conquistado sabedoria o suficiente para apontar as diferenças entre um verdadeiro líder e alguém que apenas se autodenomina CEO.

Veja, a seguir, 3 sinais, segundo o especialista, de que você está se tornando um verdadeiro CEO:

  • Você enxerga seu sucesso fazendo dos outros pessoas bem-sucedidas

    Falsos CEOs se preocupam com eles mesmos e seus sucessos pessoais. Os verdadeiros líderes, por outro lado, definem sucesso como a habilidade de tornarem outras pessoas bem-sucedidas.

    Steve Jobs afirmou certa vez: “Não faz sentido contratar pessoas inteligentes e dizer a elas o que fazer. Nós contratamos pessoas assim para que elas possam nos dizer o que fazer”. Obviamente, isso é algo mais fácil de dizer do que de fazer. Verdadeiros CEOs têm a habilidade de ajudar pessoas inteligentes a saírem de seus próprios caminhos e embarcarem em desafios para que eles possam ter a chance de compartilhar o quão brilhantes são.

    Ótimos líderes podem alimentar a grandiosidade em outras pessoas e ajudá-las a alcançar suas “mais altas e melhores funções”. Segundo Myers, quando você perceber que está se preocupando em como explorar a grandiosidade da sua equipe, você já terá dado o primeiro passo na direção de se tornar um verdadeiro CEO.

  • Você transforma estratégia em ação em toda a empresa

    Qualquer um pode apresentar uma ideia e executá-la. Entretanto, só um verdadeiro líder pode desenvolver uma estratégia e inspirar os outros a assumirem e executarem. “Eu lembro a primeira vez que dei esse passo vital na minha jornada de liderança. Há algum tempo, eu comandei pessoalmente o desenvolvimento de alguns produtos. Minha equipe complementaria meu projeto, mas eu era o único a trazer as ideias”, conta Myers.

    Segundo o CEO, isso mudou quando ele finalmente conseguiu contratar um verdadeiro diretor de tecnologia e deu a ele o poder para assumir o produto. Mais do que ditar características e exigências, ele passou seu tempo articulando e definindo a essência do que eles precisavam para cumprir a tarefa. O especialista conseguiu ter a mesma visão, ajustá-la de acordo com as necessidades e conduzir a execução.

    A habilidade de inspirar os outros a tomarem uma atitude é rara, mas necessária se você espera se tornar um verdadeiro CEO.

  • Você assume a culpa, mas nunca o crédito

    Myers afirma que costumava ser obcecado com a conquista dos créditos pelo sucesso da sua empresa. Ao olhar para o passado, ele percebe que seu desejo de agarrar o holofote era causado pela insegurança. “Eu sabia que não era um verdadeiro CEO e, portanto, precisava aproveitar todas as oportunidades possíveis para me provar para o mundo. Ao mesmo tempo, eu passava a culpa para os outros quando as coisas iam mal”, lembra.

    Hoje, ele enxerga que verdadeiros CEOs dão créditos aos integrantes de suas equipes, mesmo quando eles próprios têm um papel significativo no sucesso da organização. De maneira semelhante, quando as coisas vão mal, eles são os primeiros a assumirem a culpa.

    “O trabalho do CEO é convencer os membros de sua equipe de suas grandiosidades. O sucesso dele é o sucesso dessas pessoas. Quando algo vai mal dentro da organização, isso representa uma falha do líder”, diz Myers.

    O empreendedor acredita que a verdadeira reviravolta na vida de qualquer líder é quando ele percebe que a questão não é ele. O trabalho do CEO é planejar para estimular e proteger as pessoas em seus cargos, para que eles possam crescer e ser produtivas. Então lembre-se: só porque seu cartão de apresentação diz “CEO”, não significa que você é um verdadeiro líder. Isso leva tempo, dedicação e um forte comprometimento com o sucesso alheio.

Você enxerga seu sucesso fazendo dos outros pessoas bem-sucedidas

Falsos CEOs se preocupam com eles mesmos e seus sucessos pessoais. Os verdadeiros líderes, por outro lado, definem sucesso como a habilidade de tornarem outras pessoas bem-sucedidas.

Steve Jobs afirmou certa vez: “Não faz sentido contratar pessoas inteligentes e dizer a elas o que fazer. Nós contratamos pessoas assim para que elas possam nos dizer o que fazer”. Obviamente, isso é algo mais fácil de dizer do que de fazer. Verdadeiros CEOs têm a habilidade de ajudar pessoas inteligentes a saírem de seus próprios caminhos e embarcarem em desafios para que eles possam ter a chance de compartilhar o quão brilhantes são.

Ótimos líderes podem alimentar a grandiosidade em outras pessoas e ajudá-las a alcançar suas “mais altas e melhores funções”. Segundo Myers, quando você perceber que está se preocupando em como explorar a grandiosidade da sua equipe, você já terá dado o primeiro passo na direção de se tornar um verdadeiro CEO.

Comentários
Topo