Carreira

10 sinais de que você está pronto – ou não – para ser promovido

Tentar uma promoção na sua empresa pode ser um grande aprendizado, independentemente do resultado. Se conseguir o novo cargo, você poderá ter novas experiências, impulsionar o seu currículo e receber um aumento.

LEIA TAMBÉM: 6 motivos pelos quais você não é promovido

Entretanto, mesmo que você não alcance o seu objetivo de ser promovido, também há oportunidade de extrair algum aprendizado da situação. Você conseguirá estabelecer novos relacionamentos ou fortalecer os já existentes. Não será o fim do mundo não ver a promoção concretizada. Tenha em mente que boas empresas querem que seus funcionários se movimentem. Elas encorajam as pessoas a se candidatarem a novos cargos. Se o seu chefe não consegue lidar com o fato de que você quer crescer na carreira, então ele não é o chefe certo para você.

Se você tiver as características da primeira lista abaixo ou nenhum dos itens da segunda, vá em frente e se candidate. Caso não consiga a promoção, converse com seu gerente sobre os seus planos para os próximos anos.

Veja 10 sinais de que você está pronto – ou não – para ser promovido:

  • Sinais positivos

  • 1. Entender sua situação

    Você conhece bem o seu trabalho atual.

  • 2. Ter as características certas

    Você é um funcionário responsável e confiável.

  • 3. Ser sensato

    Você é conhecido pela sua grande capacidade de julgamento.

  • 4. Ter espírito de equipe

    Você é um ótimo parceiro de equipe e é respeitado pelos colegas.

  • 5. Respeitar os outros funcionários

    Você percebe as necessidades das outras pessoas. Não é do tipo que faz fofocas, critica seus colegas ou se aborrece com facilidade.

  • 6. Saber lidar com inconvenientes

    Você consegue resolver problemas.

  • 7. Ser participativo

    Você faz sugestões úteis ao seu trabalho.

  • 8. Ter espírito de liderança

    Você gosta de organizar projetos e equipes.

  • 9. Ser sincero

    Você é confiante o suficiente para falar a verdade, mesmo para os seus superiores.

  • 10. Entender o seu papel

    Você sente que, como novo gerente, teria o que aprender, mas também ensinaria muito.

  • Sinais negativos

  • 1. Foco no dinheiro

    Seria ótimo ser promovido porque você ganharia mais dinheiro – na verdade, dinheiro é a principal razão para você querer ser promovido.

  • 2. Envolvimento em fofocas

    Você faz seu trabalho, mas também mantém em dia as fofocas do escritório e não se importa em dividir algumas opiniões sobre os gerentes quando eles não estão por perto.

  • 3. Falta de esforço

    Você não vê motivos para fazer mais do que o mínimo exigido pelo seu trabalho.

  • 4. Dar ordens

    Você gosta da ideia de poder falar para as outras pessoas o que elas devem fazer.

  • 5. Mais foco nas pessoas do que no seu trabalho

    Se fosse promovido para um cargo de gerência agora, você já poderia identificar os funcionários em que deveria prestar mais atenção e naqueles que gostaria de se livrar.

  • 6. Não expressar sua opinião para seu chefe

    Você nunca diria aos seus chefes se eles estivessem enganados sobre algo porque, para você, não existe motivo para discutir com eles.

  • 7. Dedicação seletiva

    Você só passou a levar o seu trabalho a sério no dia em que se candidatou para uma promoção.

  • 8. Relacionar supervisão com autoritarismo

    Você acredita que o trabalho do supervisor é manter seus funcionários na linha.

  • 9. Achar que o trabalho se baseia em definir limites

    Você gosta de criar regras, por isso acha que a gerência seria o trabalho perfeito para o seu caso.

  • 10. Considera-se superior

    Você acredita, fortemente, que suas opiniões são melhores que as dos outros. Se você se tornasse supervisor, não teria de escutar o que mais ninguém pensa – você tomaria suas próprias decisões.

Sinais positivos

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo