Carreira

10 sinais de que o seu currículo não funciona, e como resolver os problemas

Se um currículo não faz o seu trabalho para alguém que busque um emprego, ninguém irá alertar o candidato quanto a isso. Ninguém contata uma pessoa para dizer: “Achamos que a sua experiência é ótima, mas o seu currículo é péssimo. Por favor, reescreva-o e o envie de novo para nós”. Um CV ruim será simplesmente ignorado.

VEJA TAMBÉM: 10 coisas para colocar no currículo – e 10 para remover imediatamente

O currículo tem um grande trabalho a fazer. Em dez ou vinte segundos, deve convencer da inteligência do candidato e da relevância de sua experiência para o trabalho que desejado.

Para montar um CV que faça tudo isso, é necessário um certo trabalho e uma dose de autorreflexão. A maioria dos currículos não evidencia com eficácia os talentos de seus donos nas páginas porque faz citações muito vagas. As pessoas têm medo de perder qualquer oportunidade de trabalho que seja, então, divulgam-se com linguagem vaga e branda e tentam apelar a uma audiência muito ampla.

É preciso dedicar alguns minutos para enfatizar as partes mais relevantes da experiência prévia sempre que se candidatar a uma nova oportunidade de emprego.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 10 sinais de que seu currículo o prejudica e 3 conselhos para resolver a questão:

  • 1. Perguntas fora do esperado
    Você recebe perguntas de seus recrutadores, mas elas são sobre outros assuntos. Você não recebe perguntas sobre empregos pelos quais você realmente se interessa.

  • 2. Os chamados de entrevistas são para outras vagas
    Você envia seu currículo para vagas que parecem adequadas para sua área de experiência, mas, quando empregadores respondem, eles querem o entrevistar para empregos totalmente diferentes.

  • 3. O entrevistador passa um tempo com questões que já deveriam estar respondidas
    Quando você vai a uma entrevista de emprego, o entrevistador gasta os dez primeiros minutos com perguntas sobre o que você faz da vida. Seu currículo deve deixar isso claro instantaneamente!

  • 4. Seu currículo é genérico
    Você usa um currículo para se candidatar a tipos diferentes de empregos ao mesmo tempo. Essa é uma maneira garantida de confundir quem analisar seu CV (sejam pessoas ou computadores) e perder ótimas oportunidades.

  • 5. Você não recebe respostas
    Você se candidata a empregos que parecem uma combinação perfeita de suas habilidades, mas não recebe nenhuma resposta. Talvez você ache que quem analisar seu currículo irá ver a relevância entre sua experiência e o trabalho que você quer, mas eles não verão isso, a não ser que você indique.

  • 6. Seus amigos se calam sobre o seu currículo
    Você dá seu currículo a amigos e conhecidos e nada acontece, nunca. Eles não sabem como dizer a você que o currículo é confuso. Para eles, é difícil dizer no que você é bom.

  • 7. Você precisa explicar o que faz
    Quando você entrega seu currículo a alguém novo, a primeira questão que você tem de responder normalmente é: “O que você faz exatamente?”

  • 8. Você gasta tempo demais explicando suas experiências
    Você perde muito tempo no celular e em correspondência via email com recrutadores que pensam que sua experiência é diferente do que de fato é.

  • 9. Seu currículo não é customizado
    Você não customiza seu currículo para vagas específicas. Isso é uma perda de tempo porque customizar seu currículo é fundamental!

  • 10. As pessoas se surpreendem com a diversidade de sua experiência
    Quando alguém novo olha para seu currículo, normalmente comenta: “Uau, você fez muitas coisas diferentes”. As pessoas não sabem como processar as suas experiências e não veem conexão entre a sua experiência e o seu próximo emprego. É essa conexão que o seu currículo deve fazer rapidamente, e de maneira poderosa!

  • Como melhorar seu currículo
    Você pode ter experiências coloridas e variadas. Você não tem de ser um especialista em uma área para conseguir um bom emprego, mas tem de deixar claro em seu currículo que sabe exatamente que tipos de emprego busca. Veja, a seguir, como resolver estes problemas.

  • Customize
    Você pode customizar seu currículo toda vez que enviá-lo ou entregá-lo a alguém novo. Você tem de fazer esse trabalho, porque, se não o fizer, a pessoa que ler seu currículo provavelmente não irá entender como você pode ajudá-la a resolver seus problemas.

  • Identifique que problemas você é capaz de resolver
    Foque na pergunta: “Que tipos de problemas de negócios eu resolvo?”. Talvez seja um dos tipos comuns, como concorrentes que prejudicam os negócios, custos fora de controle, sistema de atendimento ao consumidor desatualizado, ou clientes frustrados e treinamento inadequado de funcionários. Uma vez que você souber que tipos de problemas resolve, pode se posicionar como alguém capaz de aliviar esses pontos e ter como alvos gerentes que provavelmente enfrentam o problema no qual você se especializou. Certamente, você pode ter mais de uma versão de seu currículo. Não adianta exibir as tremendas conquistas que acumulou ao longo de sua carreira se essas conquistas não corresponderem ao problema de um recrutador: eles provavelmente não irão contatá-lo.

  • Entenda como os recrutadores agem
    Vivemos em um mundo de marcas. Todos nós somos treinados para realizar julgamentos rápidos. Recrutadores irão fazer julgamentos rápidos sobre seu currículo da mesma maneira em que nós realizamos julgamentos rápidos sobre coisas que lemos. Você precisa que parte de seus alvos julgue rapidamente que precisa o conhecer. Deixe claro logo no início que você entende para qual tipo de emprego é candidato e que pensou sobre os problemas que surgem nesse tipo de emprego e que já resolveu problemas similares antes.

1. Perguntas fora do esperado
Você recebe perguntas de seus recrutadores, mas elas são sobre outros assuntos. Você não recebe perguntas sobre empregos pelos quais você realmente se interessa.

Comentários
Topo