Carreira

7 cidades nos EUA para você construir uma nova carreira como empreendedor

Você já sonhou em largar seu emprego e se mudar para um lugar tão barato que não seja preciso trabalhar? Talvez você também queira abrir sua própria empresa e operar de casa. Ou já faça isso e esteja se questionando por que ainda vive na sua cidade, sendo que pode viver em qualquer lugar do mundo. Antes de arrumar suas malas e mudar para a Tailândia, leia a história de Laura Cabrera.

LEIA MAIS: 5 cidades norte-americanas prontas para se tornarem centros de tecnologia

Dois anos atrás, Laura e seu noivo decidiram deixar seus empregos corporativos em Chicago para trabalhar juntos em um projeto de tecnologia. Mas eles perceberam, rapidamente, que o custo de vida na cidade os estava prejudicando. “Nós queríamos nos arriscar mais em nossas carreiras, trabalhar de casa e começar nosso próprio projeto”, afirma Laura. “Percebemos então que não precisávamos viver mais em Chicago, arcando com um aluguel de mais de US$ 2.000 por mês. Poderíamos viver em qualquer lugar.”

O casal começou, então, a pesquisar novos lugares para viver. Ambos queriam uma cidade mais quente do que Chicago e longe da correria. No começo, pensaram em Austin, a capital do Texas, mas ainda era uma cidade muito cara, segundo Laura. Eles até chegaram a considerar a Tailândia, mas descobriram que não era possível comprar uma casa lá sendo cidadãos norte-americanos.

A solução foi buscar algum lugar dos Estados Unidos com internet com fibra ótica. “Talvez nós estivéssemos atrasados até então”, afirma Laura. “E se os melhores lugares para lançar uma startup não forem as cidades mais caras? Talvez seja os mais baratos, conectados com a internet mais rápida.”

VEJA TAMBÉM: 10 melhores e piores cidades para viver em 2017

Depois de procurar muito, o casal se mudou para o Lago de Ozarks, no Missouri. “O que é único sobre a região é que durante a temporada de férias é um lugar muito visitado, então sempre tem algo acontecendo, e isso é incrivelmente belo”, diz Laura.

Desde que se mudou para o Lago de Ozarks, Laura começou um blog, batizado de GirlVsGrid.com, em que se propõe a inspirar outras pessoas a se tornarem mais auto-suficientes e começarem a pensar de uma maneira um pouco diferente, não apenas sobre a localização, mas também sobre abordagens dos negócios. Ela também tem trabalhado remotamente em marketing digital, utilizando estratégias inteligentes para encontrar (e alcançar) o trabalho a distância. “Eu não tinha me dado conta do quanto as empresas estavam contratando para esse tipo de trabalho atualmente”, afirma.

Durante a pesquisa por novos lugares, Laura reduziu a lista a sete lugares baratos nos Estados Unidos, onde existe alta qualidade de vida, clima bom e internet rápida.

Veja 7 lugares em que o custo de vida é tão barato que você pode se arriscar a sair do seu emprego e se tornar um empreendedor:

  • 1. Lago de Ozarks, Missouri

    A primeira vez que visitou o Lago de Ozarks, Laura pensou: “Esse é um dos lugares mais subestimados dos Estados Unidos”. É rural e remoto, mas ainda divertido e lindo. Restaurantes no lago oferecem piscinas e bares, escorregadores aquáticos, música ao vivo e aluguel de barcos. O lado leste do lago (Lake Ozark/Osage Beach) é mais desenvolvido, mas a parte oeste conquistou recentemente internet de fibra ótica, tornando o lugar o paraíso dos profissionais freelancers. O que muita gente não sabe é que o Lago de Ozarks tem uma região costeira maior que todo o estado da Califórnia. É possível comprar terrenos na região por US$ 2.000 o acre.

  • 2. Emporia, Kansas

    Essa charmosa cidade, boa para caminhar e andar de bicicleta, é o lar da Emporia State University. “E com uma população de 25.000 pessoas, onde você não se sentirá mais um número”, afirma Laura, ressaltando que o local é ótimo para se fazer parte de uma comunidade que conta com uma rua principal movimentada, restaurantes e uma intensa apresentação de artes dramáticas. “Você vai se apaixonar pela arquitetura – e quem sabe, talvez, se inspirar e começar seu próprio negócio.” A média de aluguel é de US$ 600 por mês e muitas casas custam menos de US$ 100.000.

  • 3. Conway, Arkansas

    Fora de Little Rock, capital do Arkansas, está uma linda cidade que abriga a University of Central Arkansas. “Ter uma universidade por perto pode ser uma grande vantagem – especialmente se você é um amante de café”, afirma Laura. “Há uma cafeteria em cada esquina e isso mantém suas habilidades afiadas, desde que você consiga uma aula de vez em quando.” De acordo com a empresa Zillow, do setor imobiliário, o preço médio de uma casa é US$ 144.400, enquanto a média do aluguel gira em torno de US$ 620.

  • 4. Statesboro, Georgia

    Com uma população de 31.000 habitantes, Statesboro é uma charmosa cidade que abriga a Georgia Southern University e tem uma comunidade incrível. “O clima quente durante todo o ano e a linda arquitetura tornam a cidade um bom lugar para se viver”, afirma Laura. “E existem praias a uma hora de distância.” De acordo com a Zillow, o valor médio de uma casa na região é de US$ 156.900.

  • 5. San Angelo, Texas

    Com um ótimo clima e lagos, essa linda cidade vai satisfazer o habitante mais conservador. “O que se destaca em San Angelo é que você pode comprar um bangalô reformado por cerca de US$ 100.000”, afirma Laura. De acordo com o site de imóveis Realtor.com, o preço médio das casas é de US$ 158.450 e o aluguel de uma propriedade de dois quartos fica em torno de US$ 871 mensais.

  • 6. Spartha, Carolina do Norte

    Qualquer um que já tenha desejado morar em uma cidade cercada por montanhas vai querer dar uma olhada nessa região. “Quantas cidades você conhece com montanhas, internet de fibra ótica e um baixo custo de vida?”, pergunta Laura. De acordo com o site Realtor.com, o preço médio de uma casa é US$ 128.000 e o aluguel é, em média, US$ 600.

  • 7. Chattanooga, Tennessee

    “Chattanooga oferece o melhor do urbano e do rural”, afirma Laura. “Você está sujeito a encontrar qualquer tipo de culinária, desde churrasco até uma comida vegana.” Depois, se você cansar da cidade, pegue seu tênis, dirija 20 minutos e chegue à deslumbrante Floresta Estadual de Prentice Cooper. Dentro dos limites da cidade, o preço médio de casas é US$ 160.000, enquanto o aluguel sai em torno de US$ 1.200 por mês. Mas quanto mais você se afastar, mais barato será. Outras cidades próximas à montanha, acessíveis e com internet de alta velocidade, são Ringgold e Dalton. Na última, o preço médio das residências é US$ 120.000, enquanto a média para locação mensal é de US$ 694.

1. Lago de Ozarks, Missouri

A primeira vez que visitou o Lago de Ozarks, Laura pensou: “Esse é um dos lugares mais subestimados dos Estados Unidos”. É rural e remoto, mas ainda divertido e lindo. Restaurantes no lago oferecem piscinas e bares, escorregadores aquáticos, música ao vivo e aluguel de barcos. O lado leste do lago (Lake Ozark/Osage Beach) é mais desenvolvido, mas a parte oeste conquistou recentemente internet de fibra ótica, tornando o lugar o paraíso dos profissionais freelancers. O que muita gente não sabe é que o Lago de Ozarks tem uma região costeira maior que todo o estado da Califórnia. É possível comprar terrenos na região por US$ 2.000 o acre.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo