Carreira

5 maneiras de pedir feedbacks para uma ideia de negócio

A inovação não surge do nada. É preciso investir, ter feedbacks construtivos e receber ideias vindas de fontes inesperadas para tornar os planos à prova de falhas.

LEIA MAIS: 5 princípios para fornecer feedback construtivo

Muitas vezes, a maneira como pedimos feedback é um deserviço para nós mesmos. Quando colocamos uma ideia na frente de alguém e perguntamos o que a pessoa acha, estamos praticamente a convidando a encontrar falhas no que foi pensado, e não a nos ajudar a construir algo novo.

Além disso, feito dessa forma, o feedback vira frequentemente algo mais geral, sem o detalhamento que é necessário.

Veja na galeria de fotos abaixo 5 maneiras de pedir feedbacks para uma ideia de negócio:

  • 1. Peça um feedback que o ajude a construir algo novo

    Perguntar a alguém especificamente como poderia melhorar a ideia passa a impressão de que a pessoa está lá para ajudar a fortalecer o que já foi pensado. Na verdade, o objetivo é oferecer um convite claro para construir em conjunto a ideia, não apontar o que há de errado nela. Essa pequena mudança na linguagem coloca a pessoa no modo “resolver problema”, em vez de colocar no modo “procurar defeitos”.

  • 2. Seja específico na pergunta

    Quando pedimos para alguém focar em um elemento específico, facilitamos a possibilidade de um feedback valioso. Podemos perguntar, por exemplo, “O que você acha dessas cores? ou “O que você pensa sobre a experiência do usuário inicial?”. Ao conseguirmos esse foco na atenção, não apenas conseguiremos feedbacks mais úteis, como iremos naturalmente conduzi-los a oferecer soluções e melhorias, em vez de críticas.

  • 3. Prepare um contexto

    Antes de contar a ideia, é importante compartilhar algumas informações para preparar o território sobre o que tentamos alcançar e por que isso é importante. É essencial, também, comentar de onde tiramos nossas inspirações. É possível, por exemplo, contar que a ideia foi inspirada pela simplicidade da Apple ou pelo humor da Virgin America. Esse contexto irá facilitar o feedback e, consequentemente, o fortalecimento da ideia.

  • 4. Não sabote o trabalho

    Muitas vezes, quando apresentamos ideias criativas, começamos, quase que imediatamente, a sabotá-las. Devemos evitar apresentar novos pensamentos com frases como “É só uma ideia boba”, “Não é nada especial, mas…” ou “Tenho uma pergunta rápida”. Falar desse jeito automaticamente enfraquece o que será dito e passa a mensagem de que há pouco respeito pela própria ideia. A pessoa para quem pedimos o feedback irá perceber isso e, provavelmente, tratará o que dissermos com um nível de respeito semelhante. É importante considerar perguntar coisas diferentes, como: “Tive uma ideia que acho que pode se tornar algo maior e adoraria ter o seu apoio”.

  • 5. Peça um feedback para alguém inesperado

    Frequentemente, pedimos feedbacks para colegas que compartilham a mesma perspectiva que nós. Para ter uma visão nova e dinâmica, é fundamental fazer perguntas para alguém a quem normalmente não pediríamos um feedback, como uma criança ou o instrutor de pilates. Feedbacks de lugares inesperados surpreendem e são valiosos para reforçar a ideia.

1. Peça um feedback que o ajude a construir algo novo

Perguntar a alguém especificamente como poderia melhorar a ideia passa a impressão de que a pessoa está lá para ajudar a fortalecer o que já foi pensado. Na verdade, o objetivo é oferecer um convite claro para construir em conjunto a ideia, não apontar o que há de errado nela. Essa pequena mudança na linguagem coloca a pessoa no modo “resolver problema”, em vez de colocar no modo “procurar defeitos”.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo