10 características de pessoas com inteligência emocional

A inteligência emocional (IE) é caracterizada pela capacidade de analisar e lidar com os próprios sentimentos e os de outras pessoas. O desenvolvimento de tal habilidade traz benefícios tanto para o âmbito profissional, quanto para o acadêmico e pessoal, uma vez que proporciona maior controle sobre as atitudes e ajuda a manter os sentimentos estáveis em situações difíceis de serem gerenciadas.

VEJA TAMBÉM: Por que perder a paciência não é sinal de inteligência

É comum, no dia a dia profissional, estarmos expostos a pressões psicológicas, altos e baixos e a necessidade de conviver com colegas de diferentes hábitos e pontos de vista. Diante de um ambiente desafiador, ter inteligência emocional é um diferencial capaz de trazer bem-estar à rotina e ajudar a trilhar o caminho do sucesso. E uma das maneiras de aprimorar o controle e o gerenciamento das emoções é o coaching.

Entre as inúmeras estratégias de treinamento, o Método CIS (Coaching Integral Sistêmico), criado por Paulo Vieira, um dos principais nomes da área no Brasil, tem como proposta eliminar obstáculos que distanciam o profissional de seus objetivos, através do aprimoramento da inteligência emocional.

De acordo com o criador do método, que também é fundador da instituição de coaching Febracis, a estratégia consiste em unir o pensamento racional às emoções, fazendo uma reprogramação de crenças para que as pessoas possam alavancar todo o seu potencial de ação. “A essência do treinamento não é mudar o indivíduo para o que ele não é, mas desenvolver tudo o que ele já tem”, explica Vieira.

Segundo o especialista, é possível avaliar o grau de inteligência emocional por meio das particularidades das pessoas. Veja, na galeria de fotos a seguir, quais são as 10 características dos indivíduos que possuem a inteligência emocional desenvolvida:

  • 1 – É um bom líder

    Todos os líderes, independentemente do modo como conduzem seus funcionários, possuem a inteligência emocional em comum. Ter controle sobre as emoções é algo essencial para pessoas que ocupam posições como essa, que exigem conhecimento para lidar com situações delicadas, feedbacks construtivos, produtividade, trabalho sob pressão e foco em resultados.

  • 2 – Conhece suas forças e fraquezas

    Ter autoconsciência, por meio do autoconhecimento, é fundamental para se desenvolver profissionalmente e para saber conduzir com equilíbrio a vida pessoal. Ser honesto consigo mesmo sobre quem você é permite promover o autodesenvolvimento em busca de melhorias constantes. Assim, uma pessoa com controle emocional sabe identificar suas fraquezas e forças e tem capacidade de analisar criticamente esse quadro, agindo de forma a explorar da melhor forma cada aspecto da sua personalidade.

  • 3 – Quando se chateia, sabe exatamente o porquê disso

    É muito comum vermos pessoas tristes e, ao perguntá-las o que está acontecendo, elas dizerem que nem mesmo sabem o motivo de seu estado. Isso significa falta de autoconhecimento e de capacidade de análise, que, ao fim, mostra que a pessoa não desenvolveu sua inteligência emocional. Portanto, se você sabe exatamente o que o deixa chateado ou triste (e consegue identificar a raiz desse problema), você tem controle emocional.

  • 4 – Se dá bem com a maioria das pessoas

    Se você tem facilidade em manter relacionamentos interpessoais e se dá bem com quase todo mundo, isso é sinal de equilíbrio. Quando o indivíduo está bem internamente, as pessoas ao seu redor aproximam-se com mais facilidade, sem atritos e desconfianças.

  • 5 – Se importa em ser uma pessoa boa e moral

    Um aspecto essencial da inteligência emocional é o desenvolvimento de uma identidade moral. Esta relaciona-se com a imagem que desejamos construir de que somos pessoas éticas, que se preocupam com as demais. Por isso, se você ajuda as pessoas ao seu redor, doa seu tempo ou bens para pessoas necessitadas, é ético no trabalho e em suas relações e pratica aquilo que discursa, você provavelmente tem a inteligência emocional desenvolvida

  • 6 – É bom em ler as expressões faciais das pessoas

    Você percebe quando seu colega de trabalho chega na empresa e se mostra chateado com algo? Você consegue identificar quando a sua esposa está revoltada com alguma situação? Percebe quando seu filho está tentando esconder algo de você? Ser capaz de identificar como as outras pessoas estão se sentindo faz parte dos atributos dos indivíduos com uma boa inteligência emocional.

  • 7 – Supera bem os obstáculos

    Se você é capaz de se erguer facilmente frente aos problemas e erros cometidos, isso diz muito sobre o seu controle emocional. Indivíduos que lidam bem com os obstáculos que encontram diariamente sabem que há algo que todos devemos fazer o tempo todo: seguir em frente. Uma pessoa resistente não fica presa às emoções e situações negativas, pois sabem equilibrá-las com outros sentimentos positivos. Ou seja, esse indivíduo costuma dizer “estou triste que isso aconteceu, mas sou muito grato por conta desses outros fatores”.

  • 8 – Confia no próprio instinto

    Você se sente confiante em seguir sua intuição? Ou faz justamente o contrário do que o instinto indica? Se você tem a capacidade de confiar em si mesmo e nas suas emoções, não há qualquer motivo para não escutar a voz interior que diz qual é o melhor caminho a seguir.

  • 9 – Sabe se automotivar

    Desde pequeno você sempre foi ambicioso e trabalhador, correndo atrás dos seus sonhos e objetivos, mesmo sem ser recompensado por isso? Se você consegue focar sua atenção e energia nas suas metas de forma constante e motivada, sem que precise de alguém lhe dando forças para isso o tempo todo, você é uma pessoa com muito controle emocional.

  • 10 – Sabe dizer não

    A autorregulação – capacidade de se disciplinar e evitar hábitos ruins, sabendo tolerar o estresse e controlar os impulsos – é um dos componentes da inteligência emocional. Além disso, o indivíduo com esse controle emocional sabe dizer não para manter seu foco e suas prioridades.

1 – É um bom líder

Todos os líderes, independentemente do modo como conduzem seus funcionários, possuem a inteligência emocional em comum. Ter controle sobre as emoções é algo essencial para pessoas que ocupam posições como essa, que exigem conhecimento para lidar com situações delicadas, feedbacks construtivos, produtividade, trabalho sob pressão e foco em resultados.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).