4 passos para superar a ansiedade na carreira

Em uma era de infinitas possibilidades e de FoMO (“fear of missing out”, ou seja, o medo de estar perdendo algo) não é surpresa que tantos millennials apresentem ansiedade em relação à carreira. Você pode estar se perguntando agora se está no emprego certo, se está fazendo o necessário ou se é bom o suficiente. Talvez o seu chefe o esteja estressando ou apenas você esteja vivendo um momento em que gostaria de estar fazendo algo completamente diferente. Os dados mostram que os millennials lidam mais com o transtorno do que as gerações mais velhas: 30% deles relataram sentir ansiedade contra 25% dos baby boomers e 26% da geração X.

LEIA MAIS: 7 maneiras de manter a imunidade mental e criar resiliência emocional

Se você está lidando com ansiedade, encontre o aspecto mais prejudicial dela. Esse transtorno pode se infiltrar em várias áreas de sua vida e, muitas vezes, você pode nem perceber o impacto que isso está causando.

Embora você possa ser um dos muitos millennials que lidam com a ansiedade na carreira, lembre-se de que há outro jeito de viver. Com as ferramentas, mentalidade e ajuda certas, é possível superar esse transtorno.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 4 passos para superar a ansiedade na carreira:

  • 1) Analise o medo

    De onde vem a ansiedade? Onde está enraizada? Reflita. Pegue um caderno e pergunte a si mesmo exatamente do que você sente medo e o que o causa. Você está preocupado por achar que está seguindo a carreira errada? Você tem medo de não ser “bom o suficiente” ou de perder o emprego? Assim que você souber exatamente a sua preocupação, é possível lidar com a situação. Se você não consegue identificar a causa raiz, não se estresse! A última coisa que você precisa é de mais ansiedade em relação à sua ansiedade. Em vez disso, comece a ser um observador de seus pensamentos no trabalho e note quando eles se tornam negativos. Provavelmente, há algo lá que está causando a ansiedade.

  • 2) Combata a causa principal

    Agora que você esclareceu o motivo da preocupação, é hora de enfrentar o medo. O que você pode fazer para combatê-lo? Pegue seu caderno novamente e faça uma lista. Pense em duas ou três coisas que podem ser feitas agora, além de elaborar um plano de longo prazo. Se você está preocupado de estar na carreira errada, por exemplo, comece com um teste de autoavaliação. Então, pesquise para ver o que mais está lá fora e descobrir o que você realmente gosta. Depois de identificar suas forças e paixões, organize um plano para começar a seguir essa nova direção.

  • 3) Cuide de si mesmo

    É essencial cuidar de si, tanto da saúde mental quanto física. A ansiedade e o estresse podem ser muito desgastantes e prejudicam o seu bem-estar. Durma mais. Faça uma pausa durante o dia para relaxar. Comece uma prática de meditação. Escreva. Leia um livro. Desfrute de um longo banho. Coma alimentos mais saudáveis. Limite sua ingestão de cafeína. Seja gentil com si mesmo, e, acima de tudo, não se preocupe por ter ansiedade.

  • 4) Procure ajuda profissional

    Se, depois de tentar de tudo, você não se sentir melhor, converse com um especialista. O tratamento com um terapeuta pode ser muito eficiente para quem sofre com transtorno de ansiedade. Se você quiser mais ajuda com seu desenvolvimento pessoal e profissional, procure um coach. Às vezes, outras pessoas podem ajudar a esclarecer as coisas mais rapidamente do que tentar superar a ansiedade sozinho. Não sinta vergonha de pedir ajuda.

1) Analise o medo

De onde vem a ansiedade? Onde está enraizada? Reflita. Pegue um caderno e pergunte a si mesmo exatamente do que você sente medo e o que o causa. Você está preocupado por achar que está seguindo a carreira errada? Você tem medo de não ser “bom o suficiente” ou de perder o emprego? Assim que você souber exatamente a sua preocupação, é possível lidar com a situação. Se você não consegue identificar a causa raiz, não se estresse! A última coisa que você precisa é de mais ansiedade em relação à sua ansiedade. Em vez disso, comece a ser um observador de seus pensamentos no trabalho e note quando eles se tornam negativos. Provavelmente, há algo lá que está causando a ansiedade.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).