Por que os líderes devem aprender com o fracasso

iStock
Embora não seja uma experiência agradável, o fracasso é uma ótima maneira de aprender e crescer

No mundo dos negócios, o sucesso é procurado por muitos, mas, na verdade, há muito valor no fracasso.

LEIA MAIS: 5 características fundamentais de CEOs transformadores

Thomas Edison inventou a lâmpada depois de mais de mil tentativas frustradas. Segundo o inventor, ele não errou, apenas aprendeu mil maneiras diferentes de como não projetar a lâmpada.

Abraham Lincoln foi derrotado em uma eleição estadual antes de se tornar presidente dos Estados Unidos. Ele falhou nos negócios, teve um colapso nervoso, foi derrotado pelo Presidente da Câmara, perdeu uma indicação ao Congresso, foi rejeitado como oficial, foi vencido em duas eleições para o Senado e também perdeu uma nomeação para vice-presidente do país. Mas nenhum desses fracassos impediu que ele se tornasse o 16º presidente dos EUA, sendo considerado, ainda hoje, um dos melhores que a nação já teve.

Embora não seja uma experiência agradável, o fracasso é uma ótima maneira de aprender e crescer. Lidar com falhas requer tempo e maturidade, além de feedback e autorreflexão para obter o máximo de benefício.

À medida que você evolui e avança como líder, certifique-se de refletir e aprender com os fracassos com os quais lidou ao longo da carreira. Se você não conseguir identificar nenhuma dessas experiências, talvez seja hora de sair da sua zona de conforto e se arriscar mais. Falhar repetidamente não é algo positivo, mas monitorar estas situações é benéfico e significativo para o desenvolvimento de qualquer profissional.

Por que alguém iria querer falhar? Aqueles que falharam podem obter diversas vantagens em um negócio novo ou emergente. Muitas vezes, o fracasso pode ensiná-lo mais que o próprio sucesso.

Veja, na galeria de fotos a seguir, por que líderes devem aprender com o fracasso:

  • 1) O fracasso permite que o líder compreenda seus limites

    As falhas podem ajudá-lo a aprender sobre o que gosta, o que não gosta e onde errou nas decisões que levaram a determinada situação.

  • 2) Líderes que falham ganham conhecimento sobre suas habilidades

    Outras percepções do fracasso são o entendimento sobre as preferências de trabalhar individualmente, liderar outras pessoas ou tornar-se um especialista no assunto, concentrando-se em questões internas em vez de ter um foco externo e trabalhar com clientes.

  • 3) Líderes que falham também entendem a dor que acompanha a experiência

    O fracasso envolve perda, além de emoções e dor. É difícil apreciar a vitória ou o sucesso sem entender o sentimento de perda primeiro.

  • 4) O fracasso aumenta o desejo dos líderes de perseverar e ter sucesso no futuro

    O sucesso é divertido, mas, quando alcançado facilmente, é como o açúcar: tem um sabor doce por um curto período de tempo, mas o impacto no longo prazo é insignificante. O fracasso é mais parecido com proteína ou fibra. O impacto imediato pode não ser perceptível, mas o ganho no longo prazo é grande. Lembrar de onde falhou pode fornecer um forte impulso ou foco para qualquer líder em um novo empreendimento. É por isso que os investidores normalmente procuram empreendedores que fracassaram uma ou duas vezes quando estão em busca de um líder para um novo negócio. É um excelente ponto de partida para o futuro sucesso.

1) O fracasso permite que o líder compreenda seus limites

As falhas podem ajudá-lo a aprender sobre o que gosta, o que não gosta e onde errou nas decisões que levaram a determinada situação.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).