Colunas

Bolsas da grife Hermès estão sendo devolvidas por causa de cheiro de maconha no couro

Imagine pagar mais de US$ 20.000 por algo e não receber aquilo que esperava. É essa a situação de alguns clientes da Hermès, grife francesa de luxo cujo carro chefe são as bolsas de couro. A última fornada do modelo mais famoso, a Birkin, veio com um problema: ao ficarem expostas ao sol, exalam um peculiar cheiro de… maconha.

As donas estão devolvendo as bolsas às lojas da marca, que explica o acontecido como sendo um “erro técnico na pintura e secagem do couro”. O problema atingiu especialmente os modelos Birkin e Kelly e as clutchs Elan, em escala mundial.

As peças estão sendo enviadas até Paris, onde são remontadas. Segundo a coluna Page Six – que divulgou a informação – do jornal New York Post, a Hermès não se pronunciou porque os representantes “não sabem como lidar com essa situação embaraçosa”.

 

Comentários
Topo