Colunas

Dupla de brasileiras vence ISAF Rolex de Melhores Velejadoras do Mundo

A dupla de brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze fizeram história ao levar o prêmio ISAF Rolex de melhores velejadoras do mundo em 2014. A competição, organizada pela Federação Internacional de Vela (ISAF) e pela relojoaria suíça, celebra o desempenho dos atletas durante todo o ano. Esta foi a primeira vez que o Brasil venceu na categoria feminina.

Apontadas por muitos como a grande esperança de medalha para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016, Martine e Kahena tiveram um ano espetacular: além do Mundial  de Vela Olímpica, as duas conquistaram mais seis títulos. A dupla lidera o ranking mundial de sua classe – 49erFX – desde novembro do ano passado.

Para Martine, a vitória tem um sabor ainda mais especial: seu pai, Torben Grael, foi o vencedor da categoria em 2009. Esta é a primeira vez que pai e filho (a) recebem o mesmo prêmio desde o início da competição, há 20 anos. “Esse prêmio é o reconhecimento desse ano maravilhoso que tivemos. Estamos muito felizes pela honraria, o que prova que o caminho está certo”, diz ela.

No masculino, James Spithill foi escolhido como o melhor velejador do mundo. Líder do ORACLE TEAM USA, o australiano conquistou sua segunda America’s Cup em 2014.

Neste ano, o prêmio ISAF Rolex foi realizado em Pueblo Español, Palma de Maiorca, na Espanha. Esta é a vigésima edição do evento, que leva o nome da Rolex desde 2011. Além do troféu de melhor velejador do mundo, cada vencedor é presenteado com um relógio exclusivo da marca.

Comentários
Topo