Colunas

Denver estreia primeira máquina de venda de maconha

Desde a invenção da primeira máquina automática em Londres, em meados de 1880, parecia apenas questão de tempo até que alguém criasse uma maneira de usá-la para distribuir drogas. A cidade de Denver, no estado do Colorado, estreou sua primeira vending machine de produtos feitos com cannabis e de pequenas porções da planta.

A ZaZZZ foi lançada na sede do Seattle Caregivers, organização sem fins lucrativos que distribui maconha medicinal para pacientes cadastrados. Para fazer a compra, a pessoa precisa apresentar sua carteirinha que a autoriza a adquirir produtos da planta.

A máquina tem uma série de mecanismos para garantir que nenhuma venda ilegal aconteça. Entre eles, câmeras com software de reconhecimento facial (para checar com a identificação) e um tapete “balança”, que consegue captar o peso e altura da pessoa parada em frente ao aparelho (nos EUA, as carteiras de identidade levam este tipo de informação).

Por enquanto, a máquina só pode ser usada com a ajuda de um funcionário da empresa, que também serve como “guia” dos produtos e principalmente das variedades da planta. Toda a maconha usada, seja na forma natural ou nos alimentos, vem de cultivadores da região.

Como o governo federal não permite que nenhuma transação relacionada à cannabis seja feita com cartão de credito e debito, a ZaZZZ aceita apenas dinheiro ou bitcoin. Ainda são poucas as máquinas pela cidade (e apenas em ambulatórios de maconha medicinal), mas a empresa prevê que este número irá crescer muito nos próximos anos conforme a aceitação e desmitificação dos produtos comestíveis e da maconha aumentam.

Comentários
Topo