Colunas

Noma abre restaurante temporário em Tóquio com todos os utensílios à venda

Noma, restaurante dinamarquês e um dos melhores avaliados pela Michelin, abriu uma unidade local em Tóquio. O chefe e sua equipe se mudaram para o Mandarin Oriental durante cinco semanas para experimentar um novo cardápio baseado na comida local japonesa.

Mais de 60.000 pessoas se inscreveram para jantar no restaurante, mas apenas 4.000 tiveram a chance de experimentar o menu. Aqueles que não conseguiram, puderam comprar online os pratos, copos e talheres feitos especialmente para esta unidade. Foram 14 colaboradores artísticos para elaborar o design e criar a coleção de louça.

O garfo, por exemplo, custa US$ 200 e o par com garfo e faca US$ 330. Os potes menores estão à venda por US$ 65 e a chaleira custa US$ 695. A peça mais cara é a prateleira que expõe as peças e custa US$ 2.890. As vendas ocorrem até o próximo sábado (14), dia em que o restaurante fecha as portas.

Comentários
Topo