Colunas

Startup cria jogo controlado por batimentos cardíacos do usuário

Uma startup holandesa criou um jogo para iPhone que usa os batimentos cardíacos do jogador para controlar as funções do aplicativo. “Skip a Beat” utiliza o flash da câmera traseira do smartphone para detectar a frequência cardíaca do usuário, como o app Cardiio ou com o sensor implantado nos Galaxy S5.

No jogo, o indivíduo precisa ajudar o sapo Skip a voar até a Princesa Euphoria, ultrapassando obstáculos como pássaros e pedras. São diversos níveis, mas cada um só é liberado se o jogador apresentar uma frequência cardíaca especifica. Quanto mais alto for o número, mais rápido Skip vai se mover para que a pessoa consiga manter os batimentos dentro do limite do nível para ganhar mais pontos.

“O objetivo principal é fazer com que o jogador preste atenção em seu batimento cardíaco”, explica Yosef Harb, CEO e fundador da Happitech, a empresa por trás do Skip a Beat. A finalidade do jogo é que os usuários aprendam mais e saibam controlar sua frequência cardíaca mesmo quando não estiverem jogando.

O CEO destaca também que o jogo também pode ajudar quem tem alguma patologia cardíaca a descobrir uma maneira mais divertida e menos intimidante de monitorar seus batimentos durante o dia.

Para o futuro, a Happitech tem planos para criar um aplicativo compatível com o Apple Watch. O Skip a Beat está disponível apenas para iOS, por US$ 1,99.

Comentários
Topo