Colunas

Fórmula E vai adicionar duas novas etapas na temporada do próximo ano

formula e

Divulgação

 

No último domingo (28), o piloto brasileiro Nelsinho Piquet levou o título inédito da Fórmula E, em Londres, depois de terminar a corrida na sétima posição. A categoria, lançada em setembro no ano passado, possui etapas em dez cidades diferentes, que inclui Los Angeles, Londres, Miami e Mônaco, e pretende lançar outras duas em sua segunda temporada, em 2016.

RANKING: 30 celebridades mais bem pagas

“No ano que vem vamos perder Mônaco e vamos adicionar duas novas etapas. Vai aumentar em uma, mas talvez eu retire outra”, revela o CEO da Formula E, Alejandro Agag.

Mônaco é uma das corridas mais difíceis de organizar, já que a cidade é cheia de condomínios, cassinos e bancos, além de ser muito pequena – com apenas dois quilômetros quadrados, caberia dentro do Central Park, o que acaba por ocasionar muitos distúrbios. Assim, por conta das datas da Fórmula 1 e do Monaco Historic Gran Prix, a Fórmula E terá de abrir mão do percurso.

LEIA MAIS: Mônaco ganhará ilha artificial com pista de Fórmula 1

Ainda não se sabe onde serão as novas etapas, mas Paris, Roma e Montreal são algumas das possibilidades. Jean Todt, presidente da FIA, afirmou no sábado (27) que novos anúncios devem ser feitos nos próximos dias.

Outra opção seria uma corrida de rua em Nova York, o que apresentaria diversos riscos e a necessidade de uma grande preparação. A etapa de Miami da Fórmula E foi considerada a mais difícil, pela proximidade dos carros com os prédios e a falta de organização da população. Em compensação, a etapa russa estava pronta cinco dias antes da corrida, o que impressionou os organizadores.

Comentários
Topo