Colunas

Primeira edição de “O Hobbit” é vendida por US$ 260 mil

Divulgação

Divulgação

Parece que os fãs das trilogias “Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” ficaram encantados com o último filme dirigido por Peter Jackson, “O Hobbit: a Batalha dos Cinco Exércitos” (2014). Depois do longa, J. R. R. Tolkien, autor dos livros que inspiraram os filmes, ficou ainda mais popular.

O imenso sucesso fez com que o valor da primeira edição de “O Hobbit” escrita pelo autor subisse muito. Em um leilão recente, que aconteceu em Nova York, o livro, escrito em 1937, foi vendido por US$ 260.000 (aproximadamente R$ 805.560). Apesar do tempo, a versão está em boas condições, mas não é por isso que ela é tão valiosa. O preço alto do livro se deve ao fato de que, nele, há inscrições de Tolkien, escritas em inglês arcaico.

LEIA MAIS: Livros de colorir são 8 dos 10 de não-ficção mais vendidos no Brasil

A última vez em que um livro da trilogia “O Hobbit” foi vendida por um preço muito alto foi em 2008, por US$ 95.000. O livro foi dado de presente a Katherine Kilbride, uma aluna de Tolkien da Leeds University, na Inglaterra.

As anotações tornam a edição muito rara porque quase não há copias com a assinatura de Tolkien ou qualquer inscrição feita por ele em seus livros.

Comentários
Topo