Colunas

Veuve Clicquot Rich: o primeiro champanhe voltado à mixologia

Rich (5)
A Maison Veuve Clicquot, proprietária de um dos champanhes mais famosos do mundo, escolheu o Brasil como um dos 11 mercados-chave para receber sua primeira bebida criada para a mixologia. Com uma dosagem maior de açúcar (60 gramas por litro), a versão batizada de Rich foi desenvolvida para ser usada no preparo de drinques tanto no inverno quanto no verão.

A recomendação da maison é que cada taça (pede-se que utilize uma grande de vinho) seja servida com cinco cubos de gelo, a bebida já gelada e abacaxi, grapefruit ou limão (para dar um toque frutal); pimentão, aipo ou pepino (para trazer frescor); ou chá Earl Grey, que pode ser substituído por infusões com bergamota.

Segundo Dominique Demarville, chef de cave da Maison, o “açúcar no champanhe é como especiarias em uma receita. Quando usados corretamente podem trazer aromas específicos e brincar com o paladar”. À assinatura Pinot Noir de Veuve Clicquot é dada uma nova versatilidade, com uma dosagem mais alta, enquanto uma maior presença de Pinot Meunier enfatiza o frescor e as notas frutadas.

O preço sugerido da bebida é de R$ 420. SAC LVMH: 11-3062-8388.

Françoise Terzian

Comentários
Topo