Colunas

Michigan, nos EUA, terá pista para testes de carros sem motorista

Divulgação

Divulgação

A Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, anunciou na última segunda-feira (20) que abrirá uma pista de 13 hectares para testes de carros que não precisam de piloto. Localizado no campus Ann Arbor, a pouco mais de 70 km de Detroit, o circuito será uma simulação de diferentes ambientes.

Estruturada pelo departamento de transporte de Michigan e pelo centro de mobilidade da universidade, a pista terá condições diferentes do solo durante o percurso, construções perigosas, sinalização deteriorada e fachadas de prédios.

O Estado de Michigan captou um valor alto para construir a área de simulação. Entre os investidores estão fabricantes de carro como Honda, Ford, General Motors, Toyota e Nissan e companhias como Verizon e Delphi. De acordo com a Bloomberg, a Ford já fez testes com carros que não precisam de pilotos.

VEJA TAMBÉM: Mônaco ganhará ilha artificial com pista de Fórmula 1 

O centro de mobilidade da universidade também mostrou interesse em testar a tecnologia conhecida como V2V, na qual os veículos remotos conseguem se comunicar entre si. O objetivo do projeto é ter carros que dirigem sozinhos em teste no campus até 2021.

Os veículos sem motoristas são a nova tendência nos Estados Unidos: a Daimler já fez testes com caminhões em Nevada, o Google levou alguns de seus carros para Austin e o Estado da Virgínia já deu autorização para que suas estradas possam receber ações de simulação.

Comentários
Topo