Colunas

Windows 10 não permite ao usuário escolher atualizações

Getty Images

Getty Images

O licenciamento da Microsoft no próximo sistema operacional Windows 10 fará com que os usuários encontrem suas atualizações no comando da Redmond sem nenhuma opção para impedir isso, afirma o portal norte-americano The Register.

O contrato de licenciamento do Windows 10 afirma que o software periodicamente verifica se há atualizações do sistema e de aplicativos, faz os downloads e as instalações automaticamente. O usuário pode obter atualizações apenas de fontes autorizadas da Microsoft. Ao aceitar esse contrato, o usuário concorda recebê-las de forma automática sem qualquer aviso adicional.

A intenção da Microsoft é que os usuários estejam sempre atualizados nos recursos disponíveis. Isso é mais fácil para a empresa para manter o ritmo nas mudanças tecnológicas e fornecer aos desenvolvedores alvos mais consistentes para aplicações.

A desvantagem é que a atualização de recursos pode prejudicar outras aplicações ou drivers periféricos, como impressoras e scanners. Aqueles que valorizam a estabilidade acima das outras funcionalidades podem preferir instalar somente atualizações de segurança.

O Windows 10 permite que as atualizações sejam escolhidas apenas para empresas que executam a Enterprise Edition. Esses usuários podem optar pelo Serviço Filial de Longo Prazo (LTSB), atualizado apenas 2 ou 3 vezes por ano. Esse serviço tem suporte de mais de 10 anos.

Empresas com Windows 10 Professional podem gerenciar as atualizações até certo ponto. A Microsft tem uma nova ferramenta, Windows Update for Business, que permite que as máquinas sejam atualizadas em anéis de distribuição. Sistemas mais críticos podem ser atualizados mais tarde e em datas e horários determinados. Entretanto, essa ferramenta não permite que a atualização seja adiada indefinidamente.

Comentários
Topo