Colunas

Australianos compartilham fotos de bolos para campanha sobre direitos autorais

Istock

Istock

A hashtag #CookingForCopyright (cozinhando por direitos autorais, em tradução livre) dominou o Twitter na Austrália na última sexta-feira (31). Junto com as mensagens na rede social, as pessoas divulgaram fotos de bolos deliciosos.

A iniciativa foi da organização australiana pela liberdade de expressão Freedom of Access to Information and Resources (FAIR), como um protesto contra as leis arcaicas de direitos autorais australianas.

VEJA TAMBÉM: Bares britânicos servem comida em tigelas para cachorros

Na Austrália, trabalhos publicados, como livros, têm direitos de reprodução reservados para o autor até 70 anos depois de sua morte. Já trabalhos não publicados – como diários, cartas, receitas e gravações – permanecem para sempre com seu direito de reprodução exclusivamente do autor.

“As regras sobre diretos autorais atuais fazem com que manuscritos, peças valiosas da história social, fiquem guardados – para o benefício de ninguém. Nós gostaríamos dos mesmos termos de direitos de trabalhos publicados para aqueles não publicados”, escreveu FAIR em seu site.

Ao invés de ir às ruas, a população tomou as redes sociais para chamar a atenção do governo. “Com as mudanças, todo material incrível em bibliotecas, galerias e museus poderia ser disponibilizado para estudantes, pesquisadores e historiadores”, disse Sue McKerracher, represente da FAIR, para a rádio ABC. “Nós percebemos que entre os diários e cartas há algumas receitas antigas maravilhosas… Pensamos ‘que ótima forma de conscientizar as pessoas: vamos cozinhar’”.

Comentários
Topo