Colunas

Em apresentação-espetáculo, Asus reúne CEO, astronauta e atriz global para vender Zenfone 2

Asus-ZenFone-2-1

Zenfone 2 começa a ser vendido hoje no país

Desde outubro passado, data em que estreou no mercado mundial de smartphones com os modelos Zenfone 5 e 6 no Brasil (mais acessíveis, com preços a partir de R$ 499), a taiwanesa Asus, companhia com receita de US$ 46 bilhões e mais conhecida por fabricar notebooks e placas-mãe, vendeu 800 mil aparelhos só no Brasil. O número, embora irrisório frente aos 54,5 milhões de smartphones comercializados no país em 2014, sinaliza que a fabricante quer ir além da imagem que tinha de novata e limitada, por apresentar apenas dois celulares no portfólio. Ontem, em uma apresentação-espetáculo que lotou o Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, e contou com pocket show da cantora Luiza Possi e aparição surpresa do astronauta brasileiro Marcos Pontes e da atriz global Marina Ruy Barbosa, estrelas da nova companha da marca, a Asus deu uma amostra de que, finalmente, parece estar pronta para brigar com os tubarões da indústria.

FullSizeRender (2)

Jerry Shen, CEO da Asus, durante apresentação dos lançamentos em São Paulo

Para divulgar a família Zenfone 2, seu CEO Jerry Shen desembarcou em São Paulo para demonstrar aparelhos mais sofisticados e próximos da realidade dos best-sellers iPhone e Galaxy 6. “A Asus é a empresa que dá poder de acesso ao luxo (da mobilidade) aos usuários”, explicou para mais de 150 jornalistas da América Latina e centenas de varejistas, parceiros e funcionários. O executivo abriu o evento apresentando as posições de mercado da Asus no mundo, destacando sua liderança em Taiwan, com mais de dois milhões de pedidos em dois meses, depois falou sobre a vice-liderança na Indonésia e Malásia, do 1,5 milhão de pedidos na China em 15 dias e do fato de a marca ser a número 1 na venda de aparelhos desbloqueados no site da Amazon.com, nos Estados Unidos. Sobre o Brasil, o comandante da fabricante deixou claro que o jogo em território nacional está apenas começando e que a nova fase será de vendas mais agressivas. Comenta-se no mercado que a grande briga será com a Motorola.

selfie

Zenfone Selfie: R$ 1.299 e duas câmeras de 13 megapixels (uma na parte frontal e outra na traseira do aparelho)

Sua estratégia para ganhar consumidores no mundo e também no Brasil está baseada nos seguintes pilares: desempenho, design, preço e marketing. Este último, focado na internet e não na mídia offline.

Na noite de ontem, Shen apresentou o Zenfone 2, nova geração da família que pesa 170 gramas e tem 3,9 mm de espessura. Segundo ele, trata-se do primeiro smartphone com 4 GB de memória RAM do mundo e com um dos carregamentos de bateria mais rápidos do mercado. Ele garantiu que o aparelho leva 39 minutos para recarregar 60% da bateria – em tabela comparativa, mostrou que o iPhone 6 Plus precisa de 69 minutos para executar a mesma tarefa.

Fabricado no Brasil, o Zenfone tem tela IPS Full HD de 5.5”, câmeras de 13 megapixels (traseira) e 5 megapixels (frontal), processador Intel Atom 64-Bit de 2,3 GHz. Disponível nas cores prata, preto, vermelho e dourado, o aparelho começa a ser vendido hoje no varejo por R$ 1.499 (versão com 32 GB de armazenamento) e R$ 1.299 (com 16 GB).

Para quem prioriza as fotos, a Asus também apresentou o Zenfone Selfie, que tem como principal diferencial a existência de duas câmeras de 13 megapixels (na parte frontal e traseira) e flash de LED duplo que dispara duas luzes, uma delas de cor fria e outra de cor quente. Já a memória RAM do aparelho é de 3 GB. Preço: $ 1.299. As vendas têm início hoje apenas no site da Asus. O aparelho chega ao varejo em meados de setembro.

zenfone-2-deluxe

Zenfone 2 Deluxe, 128 GB de armazenamento interno e acabamento que lembra cristal e reflete cores

O topo de linha da família é o Zenfone 2 Deluxe, que tem o mesmo processador e os 4 GB de RAM do Zenfone 2, mas traz 128 GB de armazenamento interno e a capacidade de reconhecimento de cartões de memória com mais 128 GB. A tela é FullHD de 5,5 polegadas e a bateria tem 3.000 mAh. Ele será vendido com capacidade para dois chips (Dual SIM) e compatível com redes 4G. O acabamento é ultra premium, com mais de 500 polígonos e revestimento especial. Custa R$ 1.999 e chega ao mercado em meados de setembro.

O outro modelo apresentado foi o O Zenfone 2 Laser, que custa R$ 899 e tem como diferencial o foco rápido obtido na hora de fazer foto com a câmera de 13 megapixels. Seu vidro, o Corning Gorilla Glass 4, também é mais resistente. Já o processador usado é o quad-core Snapdragon 410 (o mesmo do Moto G 3) e a memória tem 2 GB de RAM. Já a memória interna é de 16 GB (expansível para mais 64 GB por meio de cartão MicroSD).

Comentários
Topo