Colunas

Morre bilionária Johanna Quandt, matriarca da BMW, aos 89 anos na Alemanha

Getty Images

Getty Images

Johanna Quandt, bilionária e viúva do fundador da BMW, Herbert Quandt, morreu na última segunda-feira (3) em sua casa em Bad Homburg, na Alemanha, aos 89 anos. Com uma fortuna estimada em US$ 11,9 bilhões, ela era a segunda mulher mais rica do país, atrás apenas de sua filha, Susanne.

Johanna conheceu Herbert na BMW nos anos 1950. Ela começou como secretária da montadora e depois tornou-se assistente pessoal do empresário, que salvou a empresa da falência em 1959. Eles casaram e tiveram dois filhos, Susanne e Stefan Quandt, ambos presentes na lista de bilionários de FORBES e duas das pessoas mais ricas da Alemanha.

RANKING: 20 maiores bilionários do mundo em 2015

Depois da morte de Herbert, em 1982, Johanna tornou-se a maior acionista da BMW e teve uma cadeira no conselho executivo até se aposentar em 1997. Ao morrer, ela ainda tinha 17% das ações da companhia, o que a tornava a 77ª pessoa mais rica do planeta. Se somadas às ações dos filhos, a família Quandt tem 46,6% da montadora.

Johanna também era engajada em causas sociais. Ela contribuía com fundos para pesquisas da cura do câncer e artes.

Comentários
Topo