Colunas

Carta em que Darwin nega a Bíblia é leiloada por valor recorde

carta darwin

Não seria uma surpresa se uma carta em que Charles Darwin afirma, categoricamente, sua absoluta descrença na Bíblia e no Novo Testamento custasse algo entre US$ 70.000 e US$ 90.000 em um leilão. Era isso que a casa Bonhams esperava ganhar. No entanto,na última segunda-feira (21) em Nova York, o lance final do documento foi de US$ 197.000, um novo recorde mundial.

VEJA MAIS: Primeiro contrato dos Beatles é vendido por US$ 93 mil

A carta de Darwin é uma resposta a uma mensagem recebida de alguém chamado Francis McDermott em 23 de novembro de 1880. A dúvida de McDermott era clara. Um trecho de sua carta a Darwin dizia: “Se eu terei prazer em ler seus livros, eu preciso sentir que, no final, eu não terei perdido minha fé no Novo Testamento. Meu objetivo em escrever para você é que você me dê um ‘sim’ ou um ‘não’ em resposta à pergunta: você acredita no Novo Testamento?”

LEIA TAMBÉM: Porsche de Janis Joplin será leiloado nos Estados Unidos

Charles Darwin enviou uma carta com uma resposta efetiva, que o posicionaria contra a maior instituição religiosa do mundo. Sua resposta dizia: “Caro senhor, sinto informar que eu não acredito na Bíblia como uma revelação divina e não acredito em Jesus Cristo como filho de Deus. Atenciosamente, Ch. Darwin.” A resposta foi enviada no dia seguinte.

McDermott prometeu manter a resposta de Darwin longe do conhecimento público. Por esse motivo, a carta se manteve secreta por 100 anos.

Comentários
Topo