Colunas

Munique é a próxima parada do Eataly

Schrannenhalle3

 

Depois de desembarcar no Brasil neste ano, a paparicada rede italiana de shoppings gastronômicos Eataly está em preparativos finais para a chegada a Munique, na Alemanha.

Com previsão de abertura até dezembro, a unidade será a primeira do grupo na Europa fora do seu país de origem, a Itália.

O Eataly da Alemanha vai ocupar uma área de 3,7 mil metros quadrados em um dos imóveis comerciais mais icônicos de Munique, o Schrannenhalle.  Projetado em 1851, o prédio foi a primeira edificação de ferro da cidade alemã, concebido como ampliação do mercado central.

Destruído durante as Grandes Guerras, foi revitalizado nos anos 2000 e funcionou por alguns anos como shopping de empórios gourmet. Acabou sendo integralmente locado pelo Eataly.

 

schrannenhalle2

 

A unidade de ‘Monaco di Baviera”, como dizem os italianos, está em fase de contratação de pessoal e deve começar a operar no final de novembro com expectativa de faturar 20 milhões de euros, já no primeiro ano de operação

Há alguns dias, Nicol Farinetti, filho do fundador do Eataly, Oscar Farinetti, postou foto no seu Twitter dando uma palhinha da mais nova loja da rede:  “Eataly Munich. Working on it”, escreveu.

 

workingonit

 

INVASÃO ITALIANA

Depois de Munique, o Eataly já tem uma série de aberturas previstas nos próximos dois anos: a unidade seguinte deve ser aberta em Moscou, na Rússia, no ano que vem. Também em 2015, será a vez de inaugurar uma segunda filial em Nova York, no novo World Trade Center.

Em seguida, a rede italiana deve chegar a Londres (Inglaterra), Paris (França), Los Angeles (EUA), Boston (EUA), Washington (EUA) e Toronto (Canadá). E, depois disso, os Farinette ambicionam desembarcar na China e na Índia.

Simultaneamente à expansão internacional, o grupo condimenta a abertura de mais unidades na Itália, a começar por Verona.

Atualmente, o Eataly tem 30 unidades espalhadas pelo mundo: 14 na Itália, 10 no Japão e dois nos Estados Unidos, além de filiais em Istambul (Turquia), Dubai (Emirados Árabes), São Paulo (Brasil) e Seul (Coreia do Sul) – os dois últimos, as inaugurações mais recentes.

Com faturamento de 500 milhões de euros estimados para 2015, o Eataly pretende abrir o capital, em 2017.

Comentários
Topo