Colunas

Sites de irmãs Kardashian expõe dados pessoais de quase 900.000 usuários

Kim

Reprodução

Os novos sites e aplicativos das irmãs Kardashian-Jenner têm dominado a App Store desde o seu lançamento, nesta semana. O app de Kylie Jenner chegou à primeira posição da lista de downloads. No entanto, uma falha na segurança dos sites expôs informações pessoais dos primeiros 891.240 usuários, de acordo com o portal especializado TechCrunch. As informações incluem nomes, sobrenomes e endereços de e-mail.

CONHEÇA: Irmãs Kardashian lançam apps e sites com conteúdos exclusivos

O programador norte-americano Alaxic Smith descobriu a falha de segurança ao navegar pelos websites, de acordo com a revista Fortune. Ele encontrou uma área desprotegida, que continha partes das informações de login de todos os usuários do aplicativos.

“Inicialmente, eu pensei que estava em alguma página cheia de informações sem importância, mas, quando comecei a olhar com mais atenção, percebi que não era”, escreveu Smith no fórum Medium (o post foi derrubado). “A partir daí, tinha acesso aos primeiros nomes, sobrenomes e endereços de e-mail de 663.270 pessoas que tinham feito suas inscrições no website de Kylie Jenner.” Ele também descobriu que poderia criar ou destruir fotos e vídeos de usuários.

VEJA TAMBÉM: 10 lições das Kardashians para ter sucesso nos negócios

Smith confirmou que os sites de todas as irmãs, desenvolvidos pela Whalerock Industries, tinham a mesma falha. A empresa enviou essa declaração ao TechCrunch: “Logo após termos sido notificados sobre a área aberta, ela foi prontamente fechada. Nosso histórico indica que o autor do post no blog teve acesso apenas a uma lista limitada de nomes e endereços de e-mail. Além disso, indica que ninguém mais teve acesso e que nenhuma senha ou dado de pagamento de qualquer tipo foi exposto. Nossa maior prioridade é a segurança das informações de nossos clientes.”

Comentários
Topo