Colunas

Diamante é leiloado pelo valor recorde de US$ 48,6 milhões na Suíça

Divulgação

Divulgação

Dizem que beleza e brilho não têm preço. Um comprador asiático discorda. O “Blue Moon Diamond”, um diamante azul único, bateu o recorde mundial entre pedras preciosas ao ser vendido por US$ 48,468 milhões (cerca de R$ 184,12) em um leilão da Sotheby’s nesta quarta-feira, em Genebra, na Suíça.

LEIA TAMBÉM: Violão de John Lennon é leiloado por US$ 2,4 milhões

Com 12K, o diamante foi comprado por um colecionador não revelado de Hong Kong. Rumores dizem que o colecionador renomeou a joia para “The Blue Moon of Josephine.” A jóia, que bateu o recorde do The Graff Pink, vendida por US$ 46,2 milhões na Sotheby’s de Genebra em 2010, foi declarada Internamente Perfeita pelo Instituto Gemológico da América (GIA).

FOTOS: Diamante é vendido por valor recorde de US$ 1,47 mi em leilão de Londres

O Blue Moon of Josephine marcou, indiscutivelmente, um novo recorde de leilões, com o maior preço por quilate entre qualquer diamante ou pedra preciosa. Mas essa não é a única razão para que essa pedra esteja sendo tão falada. Esse deslumbrante diamante é, também, o primeiro diamante ou pedra preciosa a valer mais de US$ 4 milhões por quilate. De acordo com David Bennett, chairman da Sotheby’s, essa venda levou US$ 300 milhões à filial de Genebra.

Comentários
Topo