Colunas

Reload Positive Beauty, a marca brasileira que sonha em ser global

Reload Positive_0217_Tratada

Filipe Sabará entre as irmãs Sofia e Duda Derani

Segundo maior mercado mundial de produtos para cabelos após os Estados Unidos, o Brasil continua aquecido no quesito desembarque de novas marcas nas prateleiras. Para brigar com nomes top (a maioria internacional) à venda nos salões de beleza e varejo especializado, o trio formado por Filipe Sabará e as irmãs Sofia e Eduarda Derani acaba de estrear no mercado com a marca Reload Positive Beauty, após três anos de estudos, investimento de R$ 10 milhões (ainda em fase de aporte) e aquisição de 50% de um laboratório paulistano especializado na formulação e produção de cosméticos e que hoje atende clientes como Natura. “Trata-se de uma marca natural com performance, que trabalha o conceito de beleza positiva”, explica Sabará, mentor do projeto e CEO.

Na prática, o conceito significa que a marca trabalha com uma formulação livre de ativos tóxicos, com embalagem reciclável e parceria com fornecedores de matérias-primas naturais como a Beraca (da família de Sabará). “Acreditamos que essas ações refletem a responsabilidade e o comprometimento da marca. Por meio dos nossos produtos, queremos estimular o bem-estar das pessoas e a relação saudável com elas mesmas, com os outros e o meio-ambiente”, destaca a vice-presidente de inovação, Eduarda Derani.

Reload 0107_ (1)

Sabará revela que a meta é faturar, em um ano, R$ 10 milhões no negócio que visa ainda entrar, mais para frente, em outras categorias de produtos (como pele, maquiagem e perfumes) e também mercados internacionais como os Estados Unidos e Dubai. Até a criação de cosméticos para pets vem sendo cotada pelo trio. O sonho é grande: transformar a Reload Positive Beauty em um negócio global. Daí a explicação para a escolha do nome em inglês.

A primeira linha lançada chama-se #rehabme, voltada à reparação de danos e reconstrução capilar, duas demandas recorrentes de quem tem fios quimicamente tratados. “Ou seja, 76% das brasileiras”, avisa o jovem empreendedor que defende ainda o uso da linha pelo público masculino. Essa primeira leva de produtos é composta por xampu, condicionador, máscara de tratamento, shot para os fios e BB spray e traz detalhes visuais como as letra S e C estampadas no topo da tampa dos produtos, para evitar confusão na hora do uso.

Pela proposta dos cosméticos – naturais, voltados aos consumidores de 25 anos ou mais -, Sabará acredita que a Reload posiciona-se entre as celebradas marcas Bed Head e Kiehl´s. Seus produtos já estão sendo distribuídos em  salões de beleza, drogarias e no e-commerce da marca, com preços sugeridos ao consumidor de R$ 30 a R$ 94, dependendo do item.

A divulgação será feita no ambiente digital e também em inserções na TV Record.

Comentários
Topo