Colunas

Artista chinês faz tijolo com ar poluído de Pequim

Tijolo poluição 1 - NUT BROTHER'S WEIBO

Um artista chinês aspirou o ar das ruas de Pequim durante 100 dias. Nut Brother, como se denomina, caminhou cerca de quatro horas por dia com um aspirador industrial de 1000 wats para captar poeira da poluição atmosférica. Misturadas ao barro, as partículas de poluição captadas por meio do aspirador de pó deram forma a um tijolo.

LEIA MAIS: Google Maps passará a medir qualidade do ar

Críticos dizem que o artista exagerou na quantidade de sujeira utilizada. Seu trabalho, porém, tem sido muito bem visto e comentado. “O dia em que esgotarmos todos os recursos da Terra, nos transformaremos em poeira”, explica ele.

A obra do chinês é de momento oportuno, já que na última segunda-feira, Pequim teve o nível mais alto de poluição captada nos últimos 13 meses. Símbolo da infame sujeira existente na cidade, máscaras têm sido acessório cada vez mais comum nas ruas das grandes cidades chinesas.

VEJA TAMBÉM: Norte-americanos e britânicos são os que menos se importam com mudanças climáticas, diz estudo

Por anos, a capital sofre com altíssima poluição do ar e grande parte é proveniente da queima de carvão maciço em cidades industriais do Norte. Estima-se que, lá, a morte de 4.000 pessoas é causada pela poluição, diariamente.

Tijolo poluição 2 - NUT BROTHER'S WEIBO

Comentários
Topo