Colunas

Chef eleito melhor do mundo é encontrado morto um mês depois

Reprodução/Schweizer Illustrierte

Reprodução/Schweizer Illustrierte

O renomado chef Benoît Violier, do Restaurant de l’Hotel de Ville, em Crissier, na Suíça, foi encontrado morto ontem (31) em sua casa. Segundo a polícia, há indícios de que o franco-suíço, aos 44 anos, tenha cometido suicídio.

Violier foi eleito pela francesa Le Liste o melhor chef do mundo em dezembro, há cerca de um mês. De acordo com o jornal francês Le Monde, houve uso de arma de fogo.

Mesmo antes de o prêmio da Le Liste, Violier já era respeitado no mundo gastronômico: seu Restaurant de l’Hotel de Ville tem três estrelas no Guia Michelin e, em 2013, foi eleito o “chef do ano”pelo Guia Gault et Millau.

A morte já gerou repercussão nas redes sociais. Grandes chefs, como Pierre Gagnaire e Paul Bocuse, postaram mensagens de pêsame. Marc Veyrat, também premiado com três estrelas Michelin, se disse “destruído” pela notícia da morte do colega.

Comentários
Topo