Colunas

Ex-presidente da Vale Roger Agnelli morre em queda de avião em São Paulo

Roger Agnelli, ex-presidente da Vale (Getty Images)

Roger Agnelli, ex-presidente da Vale (Getty Images)

Roger Agnelli, ex-presidente da Vale, morreu hoje (19) aos 56 anos, em um acidente de avião. 7 pessoas morreram na queda do monomotor na Zona Norte de São Paulo. Segundo informações do jornal O Globo, além de Roger e do piloto, também estavam na aeronave a mulher do empresário, Andréia, dois filhos — João e Ana Carolina —, além do genro e da nora do executivo.

O empresário comandou a Vale entre 2002 e 2011, período durante em que a empresa se transformou na maior produtora mundial de minério de ferro e níquel, e em uma das líderes na produção de cobre, manganês, alumínio, carvão, potássio, fosfato e energia, além de desenvolver a exploração de óleo e gás.

LEIA MAIS: 13 lições de um dos maiores executivos do Brasil

Antes de assumir a presidência da empresa, Roger Agnelli trabalhou no Banco Bradesco de 1981 a 2000, onde iniciou sua carreira, chegando ao cargo de diretor executivo em 1998. Após deixar a presidência da Vale, o executivo fundou a AGN Participações, uma empresa de mineração e logística. Agnelli também era sócio na B&A Mineração, uma empresa brasileira, joint venture entre o BTG Pactual e a AGN Participações, criada em julho de 2012, para explorar oportunidades no mercado de mineração no Brasil, na América Latina e na África.

 

Comentários
Topo