Colunas

Londres investe em mercado de imóveis de luxo

Londres - imobiliário

O mercado imobiliário de luxo, em Londres, tem apresentado um crescimento de 40% nas construções a partir de 2014, o que representa cerca de US$ 110 bilhões. No entanto, com a diminuição na procura por propriedades no mercado de luxo, imóveis residenciais estão se transformando em escritórios, de acordo com a consultora internacional Arcadis.

No norte da Inglaterra e em West Midlands ainda há aumento na busca por propriedades, mas os compradores procuram por casas baratas e oportunidades de investimento. Isso pode auxiliar bastante no equilíbrio do mercado imobiliário entre norte-sul, de acordo com um relatório da analista Business Insider.

VEJA TAMBÉM: Octogenário Palace, de Salvador, reabre como hotel de luxo

Nos últimos dois anos, a desaceleração dos números do mercado imobiliário de luxo londrino foi bastante significativa. Os preços das áreas mais refinadas caíram cerca de 6,7% desde 2014 e não devem crescer, pelo menos em 2016, já que muitos dos atuais proprietários ou construtores não abaixaram os preços de venda mesmo com o aumento de impostos que entraram em vigor no início de abril.

Mas aparentemente esta “crise” não afetou tanto assim os grandes empreendimentos, que alcançaram número recorde de 436 grandes edifícios sendo construídos e planejados. Há, no entanto, sinais de que a desaceleração do crescimento do mercado possa talvez explodir. Visto que, em fevereiro, os fundos imobiliários viram uma saída de cerca de US$ 170 milhões, uma reviravolta no setor, já que eram uma das classes de ativos mais populares do mercado.

Comentários
Topo