Colunas

Cozinha regional: questão de honra no Piemonte

Tadeu Brunelli

Tadeu Brunelli

O Piemonte faz fronteira com a Suíça e com o sul da França, o que sugere afinidades e influências comuns. A proximidade tem também uma raiz histórica: há cerca de oitocentos anos, toda a região noroeste italiana e parte das atuais França e Suíça integraram o reino de Savoia. Ainda hoje, alguns termos da culinária piemontesa são remanescentes do dialeto falado à época.

Mas, diferente do que alguns dizem, isso não significa que a cozinha piemontesa é um braço da francesa. Um conselho: evite polêmicas relativas ao tema diante de um orgulhoso piemontês. Há uma pequena disputa ente os dois lados da fronteira – especialmente sobre assuntos relacionados à mesa –, e ele pode se ofender.

Então, em homenagem a maravilhosa região do Piemonte, segue a receita de um clássico piemontese que servimos no restaurante Piselli Jardins: Brasato al vino rosso. Extremamente saboroso e acolhedor, é uma ótima sugestão para o outono – inverno brasileiro.

Bom apetite!

Brasato al vino rosso (receita para 4 pessoas)

Ingredientes
-1200 g de raquette de boi o coxão mole
-2 litros de vinho tinto Barbera
-150 g cebola
-100 g salsão
-100 g cenoura
-4 dentes de alho
-50 g farinha de trigo
-1 casca de uma laranja
-30 g de especiarias (canela,zimbro,cravo)
-4 folhas de louro
-1 bouquet garni com alecrim, sálvia, tomilho
-200 ml de tomate pelado passado

Modo de preparo:

-Cortar todos os legumes em cubos de 5 cm
– Em uma vasilha colocar a carne, legumes, ervas, especiarias e cobrir com vinho tinto
-Deixar marinar por 24 horas na geladeira
-Depois de 24 horas, tirar a carne e secar com papel gordura e tirar também todos os legumes da nossa marinada
-Enfarinhar a carne e selar em óleo vegetal até estar bem dourada
-Tirar a carne da panela e na mesma puxar todos os legumes até estarem bem dourados
-Juntar o tomate pelado passado e deixar cozinhar bem até que todo o líquido seja evaporado
-Agora e o momento do vinho. Colocar todo o vinho da marinada na panela e deixar ferver, limpando a superfície sempre
-Colocar a carne de volta no molho junto com o bouquet garni e deixar cozinhar em fogo baixo por cerca de 2 horas ou até que a carne esteja bem macia
-Tirar a carne do molho e deixar descansar por 15 min.
-Tirar o bouquet garni e o louro e bater o molho em liquidificador
-Coar o molho no chinois e deixar ferver e reduzir até chegar a consistência certa
-Cortar a carne, cobrir com o molho e servir com um purê de batata ou com polenta cremosa

Comentários
Topo