Colunas

Brasil define representantes para o Mundial de Golfe Corporativo

Os campeões Renato Araújo e Marco Antônio Mansur (Divulgação)

Os campeões Renato Araújo e Marco Antônio Mansur (Divulgação)

Uma seletiva nacional definiu, na última sexta-feira (3), no Terras de São José Golfe Clube, em Itu, os representantes brasileiros na final do World Corporate Golf Challenge (WCGC), o Mundial de Golfe Corporativo, que ocorre no Oitavos Dunes Golf Course, em Cascais, Portugal, entre os próximos dias 21 e 26 de junho.

A dupla do Terras de São José Golfe Clube, composta por Renato Araújo, da empresa Dual Doctor, e Marco Antônio Mansur, da MK Log Jauser Cargo, foi a campeã do evento, que teve apoio de FORBES Brasil.

LEIA MAIS: Como entrar para o Augusta, clube de golfe mais exclusivo do mundo

Em segundo lugar ficou a More Invest, representada por Fabio Fabietti e José Henrique Gentil Moura. A dupla Denis Song Min Cho e Kendal Law Dunn, convidados da YKP, patrocinadora do torneio, foi a terceira colocada.

Criado em 1993, em parceria com o jornal britânico “The Times”, o WCGC é considerado o maior torneio de golfe corporativo do mundo. Até hoje, já envolveu mais de um milhão de empresários golfistas.

FOTOS: Por dentro de uma das competições de golfe mais exclusivas do planeta

O Brasil participou da final mundial do Mundial de Golfe Corporativo pela primeira vez, em 2013, na Escócia. Desde então, o país foi representado nas edições de 2014 e 2015.

Comentários
Topo