Colunas

Nasa testa o foguete mais poderoso da história

Reprodução

Reprodução

Nesta última quinta-feira (23), a Nasa fez um teste bem sucedido do que deve ser o foguete mais poderoso a ser lançado no espaço.

A nave voou durante dois minutos sob o deserto de Utah, nos Estados Unidos. Foi a segunda vez que a agência espacial americana conseguiu lançar o projétil.

O primeiro teste, em 2015, foi feito a uma temperatura de 32ºC, a maior que o equipamento aguenta em solo. Dessa vez, o teste foi feito no frio, a 4ºC, para testar as condições ideias de lançamento.

VEJA MAIS: Como funciona um traje espacial

Os engenheiros responsáveis deverão, agora, analisar os dados coletados nas duas datas e comparar qual das estações é a melhor para a decolagem.

A previsão é que o foguete saia em 2018 para uma missão não-tripulada para além da Lua. A ideia é coletar amostras que mostrem o quão longe um ser humano pode ir na exploração espacial.

E AINDA: 10 maiores descobertas espaciais de 2016

Outro avanço da agência espacial americana nesta semana foi a descoberta de um ‘girino cósmico’ pelo supertelescópio espacial Hubble. Esta é a denominação de galáxias raras e difíceis de serem encontradas.

Batizada de LEDA 36252, a formação tem uma cauda alongada e cabeça com estrelas jovens, formadas, principalmente, de hidrogênio e hélio. Astrônomos acreditam que essa nova explosão de formação estelar foi desencadeada quando a galáxia incorporou gás primordial ─ um tipo de gás criado pelos processos de fusão estelar na origem do Universo.

Comentários
Topo