Colunas

Reino Unido investe em realidade virtual para solucionar crimes

iStock

iStock

O Reino Unido acaba de anunciar um investimento de US$ 200 mil em um sistema de realidade virtual que ajudará os investigadores a solucionar crimes.

O sistema, desenvolvido pela Universidade de Staffordshire, é patrocinado pela Comissão Europeia e pretende criar uma tecnologia capaz de juntar imagens de vídeo para criar os cenários necessários às investigações.

VEJA MAIS: 16 marcas de tecnologia mais valiosas de 2016

“Essa tecnologia irá ajudar tanto os investigados quanto os investigadores, todos saem ganhando”, disse o chefe do departamento judicial da polícia de Staffordshire, Simon Tweats.

Ainda que a tecnologia seja uma novidade para o judiciário, não é a primeira vez que pesquisadores usam realidade virtual para ajudar na investigação de crimes.

No último ano, a jornalista veterana Nonny de la Peña e sua equipe recriaram a noite em que o adolescente de 17 anos Trayvon Martin foi assassinado pelo guarda George Zimmerman. O crime aconteceu em fevereiro de 2012, na Flórida, e deu início a uma série de protestos contra a violência contra a população negra norte-americana.

E AINDA: 50 marcas mais valiosas do mundo em 2016

Por enquanto, o uso da realidade virtual para investigações continuará no plano regional. Os pesquisadores acreditam, no entanto, que daqui alguns anos a prática será comum em qualquer processo criminal.

Comentários
Topo